Canal Profissionais da Saúde

Espaço exclusivo para os profissionais da área da saúde. As informações contidas neste canal são técnicas e podem ser interpretadas de forma incorreta por leigos.

Unimed Petrópolis faz campanha de prevenção de DST e Aids no Carnaval


Item atualizado Quinta-feira 22 de Fevereiro de 2007 Quinta-feira 22 de Fevereiro de 2007

Parceria com a Secretaria de Saúde rendeu doação de camisinhas e distribuição de folhetos explicativos

A Unimed lançou a campanha SEJA UM FOLIÃO DA SAÚDE  contra as DST e AIDS em parceria com a Secretaria de Saúde que doou mil camisinhas para serem distribuídas gratuitamente à população junto com folhetos explicativos que ficaram disponíveis na recepção da Cooperativa e também  nas farmácias do Centro Histórico. A campanha despertou o interesse da população e dos clientes, principalmente dos mais jovens.    

Quatrocentas camisinhas foram distribuídas aos idosos no Baile da Terceira Idade, no Palácio de Cristal, já que vários fatores têm contribuído no aumento de idosos contaminados pelo vírus HIV, com as alterações no comportamento sexual surgidas após o lançamento de drogas para disfunção erétil.

O Ministério da Saúde realizou uma pesquisa que revela que 67% da população entre 50 e 59 anos de idade se diz sexualmente ativa; acima de 60 anos, 39% também afirmam ter vida sexual ativa.  Esses resultados levam à necessária e urgente discussão sobre o avanço da Aids nesse público tão esquecido pelas campanhas de prevenção e visivelmente discriminado pela sociedade.  Este é o segundo ano que a Unimed faz campanha contra as DST e AIDS no Carnaval preocupada com os dados alarmantes da disseminação das doenças sexualmente transmissíveis

Segundo o Ministério da Saúde, cerca de 10 milhões de brasileiros contraem algum tipo de DST (doença sexualmente transmissível) por ano. As Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) são doenças causadas por vários tipos de agentes e transmitidas, principalmente, por contato sexual sem o uso de camisinha com uma pessoa que esteja infectada. No Brasil existem 600 mil pessoas infectadas pelo vírus HIV. Por ano, o HIV causa a morte de 11 mil pessoas no país. A Aids já matou mais de 25 milhões de pessoas desde que foi identificada, em 1981, e já é uma das epidemias mais destrutivas da história da humanidade.



Fonte: Unimed Petrópolis.  Autor: Noelia Pessoa .





 
Voltar Voltar |  Versão do texto para impressão. Imprimir |  Recomende este texto para leitura. Recomendar |  Topo
 
Política de Privacidade | Favoritos | Indique este Site
Portal Nacional de Saúde - Unimed do Brasil
Copyright 2001-2020 Portal Unimed. Todos os direitos reservados
Agência Nacional de Saúde