redes
redes

Adote estratégias para não voltar a fumar

Francine Athaide Cadore

Cerca de 30% dos ex-fumantes voltam a consumir cigarro depois de terem decidido parar

31 Maio 2012 -

O Brasil é o campeão mundial na redução de fumantes. Mas cerca de 30% deles voltam a fumar em poucos meses ou até anos depois de terem largado o cigarro. Para quem não tem o hábito, parar parece coisa simples. Mas acender o cigarro pela última vez requer persistência e tranquilidade.

O estresse é apontado como o gatilho que desencadeia a recaída. A perda de pessoas queridas, separações e problemas financeiros são as principais causas apontadas pelos 30% das pessoas que voltaram a fumar, aponta um levantamento feito pelo Instituto do Coração (Incor) com 820 pacientes no Brasil.

O estudo, apresentado nos Estados Unidos em março no congresso da Sociedade para Pesquisa Sobre Nicotina e Tabaco, indica que a maioria das recaídas ocorre nos três primeiros meses de tratamento, o período mais difícil. Superada essa etapa, o índice diminuiu para 17% a 20% no primeiro ano e despenca para 1,5% após esta fase.
Para não deixar a saudável decisão ir embora, o Instituto Nacional do Câncer (Inca) recomenda adotar estratégias que ajudam a fortalecer quem quer largar o cigarro.

>>> Não subestime o cigarro
Quem está sem fumar por mais de um mês pode pensar que tem um falso controle sobre o cigarro. Não se descuide ao pensar que controlou o vício. Tragadas eventuais levam a um só caminho: a dependência.

>>> Fuja dos momentos de estresse


É normal que o fumante, ao passar por uma situação de estresse, drible o nervosismo com o cigarro. Para evitar essa resposta automática, tente fugir de momentos estressantes. Quando não der, procure manter a calma e condicione-se que os problemas, por piores que sejam, não serão resolvidos com uma tragada

>>> Lide com a vontade de fumar
A nicotina é uma droga poderosa, que atinge o cérebro em apenas sete minutos. A ausência dela no organismo torna os primeiros dias sem cigarro os mais difíceis da recuperação. Tente se acostumar com esse árduo período e esteja preparado para ficar mais ansioso, irritado e ter dificuldade de se concentrar. Aos poucos, a vontade de fumar, que parece incontrolável, diminui a intensidade.


>>> Se sentir muita vontade de fumar
Para ajudar, você poderá chupar gelo, escovar os dentes a toda hora, beber água gelada ou comer uma fruta. Mantenha as mãos ocupadas com um elástico, pedaço de papel, rabisque alguma coisa ou manuseie objetos pequenos. Não fique parado - converse com um amigo, faça algo diferente, distraia sua atenção.

Saiba que a vontade de fumar não dura mais que alguns minutos. Evitar o primeiro cigarro evita todos os outros.

>>> Fique de olho na alimentação


Se a fome aumentar, não se assuste. É normal um ganho de peso de até 2 quilos após deixar de fumar por conta da melhora do paladar e a normalização do metabolismo. Procure não comer mais do que está acostumado. Evite doces e alimentos gordurosos.

Mantenha uma dieta equilibrada com frutas, verduras, legumes e prefira alimentos de baixa caloria. Para distrair a fome, chupe balas ou chicletes dietéticos. Beba sempre muito líquido, de preferência água ou sucos naturais sem açúcar.

Evite tomar café e bebidas alcoólicas. Eles podem ser um convite ao cigarro. Procure trocá-los por chá e coquetéis sem álcool.


>>> Exercícios e relaxamento ajudam a controlar a vontade
Nas horas em que a vontade de fumar apertar, procure desviar o pensamento para situações boas que você tenha vivido ou que queira que aconteça. Tente fechar os olhos e se lembrar de uma música que você goste e acalme.

Respire fundo pelo nariz, conte até seis e deixe o ar sair lentamente pela boca até esvaziar totalmente os pulmões. Depois, estique os braços, entrelace os dedos, alongue as pernas até sentir os músculos relaxarem.
Estique os braços e pernas até sentir os músculos relaxarem

>>> Tente parar de fumar até conseguir










A recaída não é um fracasso. Comece tudo novamente e procure ficar mais atento ao que fez você voltar a fumar. O mais importante é não usar o deslize como justificativa para voltar a fumar. Dê a si mesmo quantas chances forem necessárias até conseguir.

Fonte: Instituto Nacional do Câncer (Inca), Instituto Nacional do Coração (Incor), site Uol de notícias acessado em 31 de maio de 2012


Conteúdo aprovado pelo coordenador técnico-científico do Portal Unimed.

Cadastre-se para receber o Boletim Viver Bem.

Arquivo

Veja todas as notícias de Qualidade de Vida.

Ver todas
Área restrita para colaboradores e cooperados:

Portal Nacional de Saúde - Unimed Brasil | Copyright 2001-2016 Portal Unimed. Todos os direitos reservados. Agência Nacional de Saúde Suplementar