redes
redes

Você já teve aftas?

Texto: Rafaela Fusieger

Conheça possíveis causas para o aparecimento das aftas e o que ingerir para não agravar as feridas.

01 Março 2017 -
Quem já teve pelo menos uma afta sabe o quanto a ferida pode ser incômoda e dolorida. A afta caracteriza-se por uma pequena lesão superficial dentro da boca ou na base das gengivas, em forma de mancha branca ou amarelada, podendo dificultar a mastigação e a fala. Conforme a Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos (U.S. National Library of Medicine), o aparecimento de aftas pode estar relacionado a: 

• Problemas com o sistema imunológico; 
• Infecção por vírus; 
• Estresse emocional; 
• Alterações hormonais; 
• Lesão provocada pela escovação dental ou por mordida na língua ou na bochecha; 
• Ingestão insuficiente de ferro, ácido fólico e vitamina B-12. 

Geralmente, a dor desaparece de sete a dez dias após o aparecimento da afta. Já a cicatrização completa pode levar de uma a três semanas. Na maioria dos casos, as aftas somem sem tratamento, basta apenas ficar atento à alimentação para não agravar as feridas. Segundo a Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos, é aconselhável procurar atendimento médico se ocorrer, pelo menos, uma das situações abaixo: 

• Já se passaram duas semanas do surgimento e a afta não apresenta sinais de melhora. 
• Junto com a afta surgiram sintomas como febre, diarreia, dor de cabeça ou erupções cutâneas. 
 

Fonte: U.S. National Library of Medicine / Livro Alimentos Saudáveis – Alimentos Perigosos, da Reader’s Digest Brasil / Hospital Israelita Albert Einstein


Conteúdo aprovado pelo coordenador técnico-científico do Portal Unimed.

Cadastre-se para receber o Boletim Viver Bem.

Arquivo

Veja todas as notícias de Qualidade de Vida.

Ver todas
Área restrita para colaboradores e cooperados:

Portal Nacional de Saúde - Unimed Brasil | Copyright 2001-2018 Portal Unimed. Todos os direitos reservados. Agência Nacional de Saúde Suplementar