redes
redes

Prevenção

Buscar doenças

Ou realize uma busca direta com o nome que deseja encontrar:

  • R
  • Rotavírus


    Doença responsável por três em cada dez casos graves de diarréia em crianças menores de cinco anos de idade no Brasil.

    Causa - voltar ao topo

    Vírus que tem o formato de roda e, por isso, recebeu o nome de rotavírus.


    Transmissão - voltar ao topo

    Pode ocorrer de diferentes maneiras. A principal é a fecal-oral. O vírus é eliminado em grande quantidade nas fezes de pacientes infectados e propaga-se por meio das micro-partículas que ficam nas mãos, água, alimentos ou objetos contaminados. Estima-se que para cada mililitro de fezes exista um trilhão de rotavírus. Outra possível via de transmissão é a respiratória.

    Mesmo sendo mais comum em crianças menores de 5 anos, o rotavírus também pode atingir adultos, principalmente mães, funcionários de berçários e creches e profissionais de saúde. Esse vírus vem sendo considerado, em todo o mundo, o principal responsável por surtos de diarréia em creches, pré-escolas e enfermarias pediátricas.

    Principais sinais e sintomas - voltar ao topo

    O período de incubação da doença varia de um a três dias. Os principais sintomas são vômitos, febre e diarréia líquida constante, que, se não tratada, pode levar a uma desidratação grave. 
     

    Tratamento - voltar ao topo

    O importante é evitar a desidratação para que a doença não evolua para o óbito. Por isso, o tratamento da doença é baseado na hidratação dos pacientes. Eles são avaliados por meio de exame clínico que identifica o grau de desidratação causado pela doença. Se for detectada uma desidratação leve, é recomendado o uso do soro de hidratação oral na própria casa do paciente. Se for moderada, é indicado também o soro via oral, mas sob observação médica. Já em casos mais graves, é feita aplicação do soro na veia do paciente. O tratamento inclui ainda o aumento da ingestão de líquidos.
     

    Prevenção - voltar ao topo

    A higiene é a melhor forma de prevenção. Lavar bem as mãos antes e depois de ir ao banheiro, lavar os alimentos e só usar água tratada são algumas medidas básicas para impedir a proliferação do vírus.

    O Ministério da Saúde incluiu, em 2006, a vacina contra o rotavírus no calendário de vacinação do SUS. São imunizadas principalmente crianças entre dois e quatro meses de idade.

    Fonte: Ministério da Saúde
    Autor: Mariana Mesquita
    Conteúdo aprovado pelo coordenador técnico científico do Portal Unimed

Cadastre-se para receber o Boletim Viver Bem.

Arquivo

Veja todas as notícias de Prevenir.

Ver todas

Conheça

Área restrita para colaboradores e cooperados:

Portal Nacional de Saúde - Unimed Brasil | Copyright 2001-2019 Portal Unimed. Todos os direitos reservados. Agência Nacional de Saúde Suplementar