redes
redes

Prevenção

Buscar doenças

Ou realize uma busca direta com o nome que deseja encontrar:

  • A
  • Apendicite


    Inflamação do apêndice- pequena estrutura tubular em forma de dedo que se projeta do intestino grosso próximo ao ponto onde este se une ao intestino delgado. O apêndice não desempenha nenhuma função essencial para o funcionamento do organismo, mas acredita-se que ele possa participar de alguma atividade imune. A apendicite é mais comum em homens entre os 10 e 30 anos de idade.

    Causa - voltar ao topo

    Os especialistas ainda não conseguiram precisar os motivos da inflamação do apêndice, mas acreditam que a doença tenha causas variadas. Na maioria dos casos, é provável que o processo inflamatório seja desencadeado após uma obstrução no interior do apêndice, geralmente provocada por um pequeno bloco de fezes endurecidas (fecalito). Como esse material é rico em bactérias, além da inflamação localizada no apêndice, ele pode atingir órgãos próximos se ele se romper.

    Principais sinais e sintomas - voltar ao topo

    A dor começa subitamente ao redor do umbigo, de irregular passa a ser intensa e prossegue localizada na parte inferior do abdômen. Ela pode ser acompanhada por náusea, vômito, febre baixa e perda de apetite.

    Evolução - voltar ao topo

    É importante procurar ajuda médica com urgência. Se a apendicite não for diagnosticada em tempo, o apêndice pode se romper e deixar vazar todo o conteúdo rico em bactérias para o interior da cavidade abdominal, provocando a infecção de outros órgãos. Essa ruptura pode ser letal.

    Tratamento - voltar ao topo

    A cirurgia para a retirada do apêndice é o único modo de curar o paciente. Quando o diagnóstico é precoce e a cirurgia feita rapidamente, a apendicite é uma doença facilmente contornável. Por isso, caso persistam dúvidas quanto ao diagnóstico após os exames complementares indicados, a decisão médica pode ser a de realizar a cirurgia, pois um apêndice infectado pode romper em menos de 24 horas após o início dos sintomas.

    Se o médico constatar que o apêndice já está rompido e que houve a formação de um abscesso, antes de ser feita a cirurgia, o paciente poderá ser tratado com antibióticos para regredir a infecção.

    Fonte: Manual Merck de Medicina, AllRefer Health e site Drauzio Varella
    Autor: Mariana Mesquita
    Conteúdo aprovado pelo coordenador técnico científico do Portal Unimed

Cadastre-se para receber o Boletim Viver Bem.

Arquivo

Veja todas as notícias de Prevenir.

Ver todas

Conheça

Área restrita para colaboradores e cooperados:

Portal Nacional de Saúde - Unimed Brasil | Copyright 2001-2019 Portal Unimed. Todos os direitos reservados. Agência Nacional de Saúde Suplementar