redes
redes

Mitos sobre o leite materno

Rafaela Fusieger / Designer: Ana Carla Bortoloni

Informações comprovadas cientificamente esclarecem várias informações relacionadas à amamentação.

15 Junho 2015 -
Diversas ideias e afirmações transmitidas ao longo das gerações têm influenciado diretamente no comportamento das mulheres que se tornam mães. Uma das questões mais discutidas envolve a amamentação – se vão ou não conseguir amamentar ou, então, se darão continuidade à amamentação. O leite materno contém 250 substâncias de proteção para o bebê, portanto, esse ato é importantíssimo para o desenvolvimento psíquico, físico e cognitivo da criança. 

Entre as questões comumente ouvidas está a preocupação em produzir “leite fraco”, que a alimentação não é o bastante ou o peito é pequeno para produzir quantidade suficiente de leite. O tamanho e a forma do peito não possuem relação alguma com a quantidade de leite produzido, assim como não há comprovação científica de que determinados alimentos aumentam a produção de leite. 

ATENÇÃO: Consulte seu médico de confiança antes de tomar qualquer decisão sobre questões relacionadas à amamentação do seu bebê.  

 

Fonte: Filhos - da gravidez aos 2 anos de idade - Sociedade Brasileira de Pediatria (2011)


Conteúdo aprovado pelo coordenador técnico-científico do Portal Unimed.

Cadastre-se para receber o Boletim Viver Bem.

Arquivo

Veja todas as notícias de Pais e Filhos.

Ver todas
Área restrita para colaboradores e cooperados:

Portal Nacional de Saúde - Unimed Brasil | Copyright 2001-2018 Portal Unimed. Todos os direitos reservados. Agência Nacional de Saúde Suplementar