redes
redes

Ensine sobre autocontrole para as crianças

Texto: Rafaela Fusieger

Este ensinamento é fundamental para que os filhos respondam a situações estressantes de maneira positiva.

10 Janeiro 2017 -
É comum ouvir relatos de pais que dizem “não” para algum pedido do filho e, então, a criança começa a chorar e gritar. Situações como essa costumam frustrar e causar irritação. Conforme a Academia Americana de Médicos de Família (American Academy of Family Physicians), os pais podem ajudar a criança a desenvolver o autocontrole. Esta é uma habilidade importante que auxiliará a criança em diversas circunstâncias ao longo de sua vida. 

Durante uma crise de birra, por mais difícil que possa parecer, é preciso resistir à vontade de esbravejar com a criança. É importante que os pais mantenham a calma e expliquem que gritar ou espernear são comportamentos inaceitáveis e ineficazes. Em um supermercado, por exemplo, se a criança fizer cena ao receber um “não”, explique porque determinado produto não será comprado e mantenha-se firme na decisão. 

A importância do exemplo
As atitudes dos pais são exemplos para os filhos, portanto, é preciso demonstrar o autocontrole em situações do dia a dia. Ao extraviar as chaves, por exemplo, ao invés de demonstrar irritação explique para a criança o ocorrido e, em seguida, proponha uma busca conjunta para encontrar as chaves. Mostre que o controle emocional é a maneira mais fácil para lidar com situações difíceis. Abaixo listamos outras dicas estabelecidas pela Academia Americana de Médicos de Família, elas levam em consideração a faixa etária das crianças.
 

 
 

Até os dois anos de idade
As crianças com menos de dois anos ficam facilmente frustradas por não conseguirem fazer tudo o que querem, costumam então responder com choro e agitação. Nessas situações, distraia a criança com brinquedos ou outras atividades. 

Dos dois aos cinco anos de idade
Designe um lugar, uma espécie de “cantinho da reflexão”, para que a criança permaneça lá até se acalmar. Explique o porquê ela vai ficar neste local, isso ajuda a despertar o autocontrole. Elogie a criança quando ela permanecer tranquila durante situações frustrantes ou difíceis. 

Dos seis aos nove anos de idade
Nesta fase as crianças são capazes de compreender melhor o significado das consequências e também que podem escolher entre o bom e o mau comportamento. Sempre que for preciso, peça para a criança se acalmar, explique sobre a importância de manter a calma em situações frustrantes ao invés das explosões de temperamento. 

Dos 10 aos 12 anos de idade 
Normalmente as crianças mais velhas compreendem melhor os sentimentos. Incentive seu filho a pensar sobre os motivos que fazem com que ele perca o controle. Explique que às vezes as situações não são tão difíceis quanto parecem, daí a necessidade de avaliar os fatos antes de responder de forma agressiva. 

Dos 13 aos 17 anos de idade
Na fase da adolescência precisam aprender a medir suas ações e as consequências delas. Sempre que houver situações perturbadoras, oriente a refletir e enfatize a importância do autocontrole para a vida social, estudantil e profissional. 
 
 

Fonte: American Academy of Family Physicians


Conteúdo aprovado pelo coordenador técnico-científico do Portal Unimed.

Cadastre-se para receber o Boletim Viver Bem.

Arquivo

Veja todas as notícias de Pais e Filhos.

Ver todas
Área restrita para colaboradores e cooperados:

Portal Nacional de Saúde - Unimed Brasil | Copyright 2001-2017 Portal Unimed. Todos os direitos reservados. Agência Nacional de Saúde Suplementar