Parto Adequado: Visitas guiadas explicam os benefícios para futuras mamães

        13 de fevereiro, 2019

Entre as infinitas dúvidas que surgem na cabeça das gestantes, uma delas está cercada de mitos e bombardeada de opiniões: parto normal ou cesariana? A Unimed Cascavel vem colocando em prática o Projeto Parto Adequado (PPA), que, como o próprio nome diz, é uma forma de orientar as mamães e os profissionais da saúde a não se prenderem aos mitos, mas às evidências científicas e indicações para cada tipo de paciente.

Na noite de terça-feira (12), um grupo de mulheres que que serão mamães de primeira viagem  estrearam as visitas guiadas ao Hospital São Lucas, parceiro da cooperativa de saúde no projeto. “Esta visita acompanhada ao ambiente hospitalar faz parte de um dos módulos do projeto Cegonha, da Unimed Cascavel. É um momento para as gestantes sanarem as dúvidas sobre a anestesia, as fases do trabalho de parto e os tipos de parto. As futuras mamães podem vir acompanhadas para conhecer melhor o aparato hospitalar e entender o conceito do Parto Adequado”, explica a enfermeira Juliana Cataneo, coordenadora do PPA na Unimed Cascavel.

Já faz dois anos que equipes do São Lucas vêm passando por treinamentos no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Trata-se de uma equipe multidisciplinar formada por médicos, enfermeiros, psicólogos e até profissionais da recepção do hospital que está em constante comunicação, colaborando para que seja possível obter o melhor resultado. “Na hora de decidir o tipo de parto ao qual a gestante será submetida, não deve existir uma unificação de conduta. Os profissionais envolvidos respeitam a opinião da paciente, que é somada a orientação médica do que é mais indicado para cada caso. O objetivo principal é conseguir o bom resultado gestacional, sem complicações para o bebê e para a mamãe”, reforça o obstetra Marcelo Pontual, coordenador do PPA no Hospital São Lucas.

A conscientização das mamães sobre os tipos de parto é essencial e deve ser feita já durante o pré-natal. A advogada Benaia Harres está grávida pela primeira vez e estava em dúvida sobre o que era melhor. A visita guiada e as orientações da equipe foram o auxílio que ela precisava para decidir, junto com a médica, qual é a melhor maneira do filho dela vir ao mundo. “O curso é importante porque existem muitos mitos e opiniões de todos os lados nos rodeando. Eu mesma queria fazer cesariana, mas, ao ouvir os conselhos da minha obstetra e participar deste projeto, percebi que, para o meu caso, o parto natural vai ser melhor para mim e para o bebê.”

As visitas guiadas podem ser feitas por qualquer gestante. Basta entrar em contato com a equipe do Hospital São Lucas para agendar um horário. O telefone é (45) 3039-2424.

Parto Adequado

A proposta tem o crivo de instituições importantes como a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), o Hospital Israelita Albert Einstein e o Institute for Healthcare Improvement (IHI). O conceito do Parto Adequado se remete ao parto vaginal, também chamado de normal ou natural. O nome ajuda a reforçar a diferença entre o parto agendado (cesáreas).

Desde que PPA foi colocado em prática em várias cidades do país, a taxa de partos normais aumentou pelo menos 40% entre os hospitais participantes. Evidências científicas tem comprovado que, em geral, o parto normal é o que possibilita o melhor desenvolvimento do bebê e a melhor recuperação da mamãe.

Cuidar de você. Esse é o plano.


Assuntos em destaque: