null Câncer de pele pode ser evitado com cuidados diários

Câncer de pele pode ser evitado com cuidados diários

Prevenir é melhor, mas se houver diagnóstico, a Unimed Cuiabá está preparada para realizar um tratamento humanizado e especializado por meio da Jornada do Paciente Oncológico
Texto: Priscilla Silva - Assessoria de Comunicação
        03 de dezembro, 2021

O câncer de pele é o tipo de maior incidência no Brasil e corresponde por 33% de todos os diagnósticos. Exposição prolongada ao sol, histórico de câncer na família ou exposição à câmara de bronzeamento artificial estão entre os fatores de risco para o desenvolvimento da doença. Conhecer os sintomas e manter um protetor sempre às mãos, são alguns cuidados que podem evitar casos graves dos tumores e aumentar as chances de cura.

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), em 2020, estima-se que o número de novos casos do tipo mais comum da doença (não melanoma), ultrapasse os 176,9 mil registros, sendo que destes 83,7 mil eram homens e 93,1 mil eram mulheres. Já os casos mais graves (melanoma), apesar de uma incidência menor, a previsão é que 8,5 mil novos casos no total.

Anualmente, o Inca registra cerca de 185 mil novos casos, um número que por si serve de alerta e motiva campanhas de conscientização como o Dezembro Laranja. “O câncer de pele é mais comum e frequente, ainda mais na nossa região. Na maioria das vezes é curável, mas há tipos mais graves como o melanoma, por isso a importância do Dezembro Laranja. Um período para trabalhar com orientações e cuidados que previnem o desenvolvimento do câncer de pele”, ressalta Alexandre Lima Marques, coordenador médico da jornada do paciente oncológico da Unimed Cuiabá.

Os tumores malignos da pele classificam-se em dois tipos: melanoma e não melanoma. Para ambos os casos, um diagnóstico precoce aumenta as chances de cura.

“Ficar sempre alerta aos sinais de mudanças como lesões mais pigmentadas, com formas irregulares, coceira, sangramentos, mudança de cor. Também, observar as manchas de “nascença”, se ela teve alguma mudança de cor, tamanho”, orienta o médico.

Alguns cuidados simples ajudam na prevenção da doença. “É fundamental o uso de protetor solar, principalmente nas regiões de maior exposição, como mãos, rosto, braços”, aconselha Alexandre. Outras proteções como bonés, óculos de sol e evitar exposição nos horários de sol mais intenso, geralmente das 10h às 16h do dia, também reforçam o cuidado.

Pessoas de peles claras são as mais afetadas pela doença, porém a atenção aos sintomas e cuidados preventivos devem ser seguidos por todos. “Mesmo as peles com mais pigmentadas estão suscetíveis. Pessoas que foram muito expostas ao sol durante a infância ou adolescência, também têm risco de câncer de pele no futuro", alerta.

JORNADA

A Jornada do Paciente Oncológico tem como foco o atendimento humanizado do cliente. Ações desde a prevenção do câncer até o seguimento dos pacientes curados e/ou cuidados de fim de vida para aqueles com doença avançada, são priorizadas na campanha.

Uma das ações preventivas é o rastreamento nos check-ups. Os pacientes precisam de orientações para que façam os exames certos e deixem de simplesmente agendar exames sem critérios médicos. Assim, com o diagnóstico precoce é mais fácil começar o tratamento certo o mais rápido possível.

A Jornada do Paciente Oncológico parte de uma coordenação de atendimento e da disponibilidade de informações sistêmicas para todos os médicos envolvidos no tratamento do paciente oncológico.