Notícias

null Paciente faz aniversário e ganha homenagem de família na porta do Hospital Unimed 

Paciente faz aniversário e ganha homenagem de família na porta do Hospital Unimed 

Júlia Mirella completou 10 anos e está internada desde o dia 16 de março para tratar uma endocardite
Texto: Vanessa Cristina e Matheus Tenório, Estagiária e Assessor de Comunicação
        26 de abril, 2022

Familiares e amigos da paciente Júlia Mirella decidiram ir até a porta do Hospital Unimed Maceió para fazer uma surpresa no dia do seu aniversário de 10 anos, comemorado na última sexta-feira (23), com direito a balões, bolos, cartazes e música ao vivo. A paciente está internada desde o dia 16 de março para tratar uma endocardite. 

E essa não foi uma missão apenas para familiares e amigos. Os colaboradores do hospital também contribuíram para que o dia da pequena fosse para lá de especial, acompanhando-a até a porta para que ela pudesse receber as homenagens pelo seu aniversário. 

A comemoração foi feita de uma distância segura, seguindo todos os protocolos estabelecidos pelo Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH), mas isso não impediu a pequena Júlia de ouvir a música “como é grande o meu amor por você”, de Roberto Carlos, cantada com todo carinho pela sua avó, Maria do Amparo. 

“Para ela foi uma surpresa ver aquela quantidade de gente reunida na porta do hospital, tanto que ela subiu para o quarto, após as homenagens, pedindo para ficar mais tempo com o pessoal. Mesmo sem o contato físico, ela se sentiu muito feliz com a presença de cada pessoa”, contou a mãe da paciente, Pâmella Cardoso.

Ainda segundo Pâmella, a filha sente falta da rotina que tinha antes de iniciar o tratamento. Por conta disso, ela decorou o quarto da filha, no hospital, para que ela se sentisse ainda mais acolhida no dia do aniversário. 

“Para ela o que tem pesado mais, além de todo transtorno de estar no hospital há vários dias, passar por tantos procedimentos e fazer o uso de tantas medicações, é a parte emocional. Ela sente falta de tudo, da vida fora do hospital, o contato com a família, com os amigos da escola, com os vizinhos. Sente falta do quarto dela, de não poder brincar com os coleguinhas”.

A psicóloga do hospital, Sáskia Nicolle, que acompanha a paciente e a família desde o início do tratamento, explicou que a ação visa minimizar o sofrimento e a ansiedade no período de hospitalização, principalmente no dia do aniversário.

“O impacto psicológico e emocional desse momento é perceptível ao longo dos dias com a minimização da ansiedade e um melhor enfrentamento diante da hospitalização, oferecendo um momento de alegria”, disse a profissional.