Notícias

Conheça as diferentes formas de cortar os legumes

A nutricionista Vanessa Ceccatto, do Centro APS, ensina variadas formas de cortar os legumes para elaborar as receitas
        27 de setembro, 2021

Quem costuma cozinhar sabe que, às vezes, encontrar um acompanhamento saboroso para aquele prato principal é uma tarefa difícil. Por este motivo, a Revista Ampla traz, semanalmente, receitas de acompanhamentos, patês e antepastos para complementar a refeição e torná-la ainda mais gostosa.

Todas as receitas são criadas pela nutricionista Vanessa Ceccatto, que atua no Centro APS da Unimed Paraná, e levam em seu preparo ingredientes mais saudáveis. Nesta semana, a profissional ensina diferentes maneiras de cortar os legumes para aproveitá-los melhor nas mais variadas receitas. Confira!

Conheça as diferentes formas de cortar os legumes

 

Julienne

Corte Julliene: é o mais versátil dos cortes, feito em finos bastões ele pode servir para legumes no vapor, fritos, refogados ou até crus.

Chiffonade

Corte Chiffonade: é usado para verduras como couve e ervas como manjericão e salsinha. Principalmente quando servida junto com a feijoada, a couve fica melhor com essas tirinhas.

Gomos

Corte em Gomos: muito usado nas batatas rústicas, esse corte deixa o legume em formato de canoas. Pode ser usado em tomates, pepinos e abobrinhas. 

Allumette

Corte Allumette: é o corte usado para fazer a batata-palha. Com tiras finas e delicadas, os pedaços ficam com a espessura de um palito de fósforo.

Batton

Corte Batton: Esse é o corte usado na batata frita! (Já deu para perceber que batata fica boa de qualquer jeito, não é mesmo??. Ele é feito em bastões grandes.

Battonet

Corte Battonet: É uma variação do Batton, com espessura mais fina e dimensões menores.

Brunoise

Corte Brunoise:usado em saladas, principalmente no vinagrete, o corte é feito em cubinhos de 0,3 cm x 0,3 cm x 0,3 cm. É comum fazê-lo a partir do corte Julienne bem fino. 

Carré

Corte Carré: diferente do corte Brunoise, que são cubos minimamente pequenos, o corte carré, é em cubos pode variar entre pequenos (0,6cm x 0,6 cm x 0,6 cm), médios (1 cm x 1cm x 1cm) e grandes (2cm x 2 cm x 2cm). 

Macedoine

Corte Macedoine: é um pouco maior que o Brunoise, mas pequeno perto do corte em cubos. Perfeito para queijos como aperitivos. 

Paysanne

Corte Paysanne não tem tamanho ou formado definido, pode ser escolhido pelo cozinheiro conforme achar melhor. “A única importância é uma vez escolhido o tamanho ser consistente nele.

Rondelle

Corte Rondelle: versátil para diversos tipos de legumes, esse é o corte em rodelas.  

 

Parisienne

Corte Parisienne: esse é um dos cortes mais difíceis de ser reproduzido, isso porque as esferas são feitas perfeitamente com boleador de melão. Para uma decoração arrojada na mesa com frutas, esse corte é um charme! 

 

Olivette

Olivette: é um corte comumente feito em batatas, para que elas fiquem em forma de azeitonas. Costumam ter de 2,5 cm a 3 cm de comprimento e são usados em guarnições de carnes e frango.

Fonte: