Notícias 

Veja abaixo as principais notícias e atualizações da Unimed Paranaguá.
https://www.unimed.coop.br/site/o/sites-theme/images/cards-noticias/noticias-padrao.png

Maio Amarelo: A importância da campanha para a sociedade

No Brasil morre 1 pessoa a cada 10 minutos no trânsito. Nosso país é o 3 º país com maior número de acidentados. Entre 2007 e 2016, 23 mil pessoas morreram por desrespeito às regras de trânsito. Outras 15 mil morreram no mesmo período por desatenção. Neste Momento Saúde Unimed, o médico especialista em anestesia da Unimed, Dr. Marcelo Capraro, fala sobre a importância desta campanha para nossa sociedade.
Texto: Comunicação e Marketing - Unimed Paranaguá
        21 de maio, 2021

O que é o maio amarelo?

O maio amarelo é uma campanha de conscientização criada pela ONU em 2011, que visa a prevenção de acidentes de trânsito. Chama-se maio amarelo porque a cor simboliza a ATENÇÃO nos semáforos.

Houve alguma melhoria após a implementação desta campanha?

Sim. Já é possível ver algum resultado em algumas cidades do país após a implantação da Campanha Maio Amarelo. Em Santo André – 33% de diminuição de óbitos, Petrópolis – 29% e Campo Grande menos 28% de óbitos.

Na maioria das vezes, o que provoca um acidente de trânsito?

 

Fica claro que, no geral, o maior volume de acidentes acontece com homens com idade entre 18 e 24 anos, no período noturno, nos finais de semana e geralmente com passageiros a bordo. Isso demonstra claramente que os acidentes são causados pelo tipo de comportamento no trânsito. Psicólogos especialistas em trânsito explicam que tal comportamento se faz pela “Busca de Sensações” (SENSATION SEEKING). E quanto maior o perigo vencido, maior será a necessidade numa próxima manobra. Exatamente como no uso de drogas. A dose tem que ser maior a cada uso. As cobranças dos colegas da noitada também provocam esse desafio.

 

Qual a intenção da campanha do Maio Amarelo?

 

A campanha “Maio Amarelo” tem a intenção de: Prevenir, Educar e Gerar Gentileza no trânsito. GENTILEZA NO TRÂNSITO, você faz, você recebe.  Sou médico anestesista, da Unimed Paranaguá, e nesses mais de 25 anos de Profissão fiz aproximadamente 34 mil anestesias, já vi muitos tipos de cirurgias, mas as que me chocam muito são as das vítimas de acidente de trânsito. Porque sei que poucos minutos antes, essa mesma pessoa estava completamente saudável, numa vida normal e de repente tudo muda. Promover a campanha do “Maio Amarelo” é promover a vida!

 

Qual orientação você deixa para a sociedade?

 

Hoje nós já sabemos o que temos que fazer, basta aplicarmos na prática este conhecimento. Temos o dever de nos policiarmos em nossas atividades no trânsito. Motorista, se for dirigir, não beba. Se bebeu, volte de taxi, de carona, mas temos mais que obrigação de não permitir que os outros saiam bêbados dirigindo. Celular, as mensagens podem esperar um pouco, se necessário pare o veículo num local seguro, responda as mensagens mais importantes e depois siga seu caminho. Motociclistas, sejam prudentes, vocês sempre serão a parte mais frágil num acidente AUTO-MOTO. Lembre-se, é o seu corpo que vai sofrer numa batida. Ciclistas, as leis de trânsito também são feitas para vocês, sejam prudentes e fiquem, atentos também com os pedestres. Pedestres, atravessem na faixa, olhem para os dois lados, vocês também têm responsabilidade na segurança do trânsito. Enfim, a vida vale muito a pena e sua família agradece cada dia que você retorna para casa, são e salvo.


Marcelo Capraro é médico formado na Faculdade Evangélica de Medicina do Paraná (1995) com Especialização em Anestesiologia na Santa Casa de Curitiba (1999).

 

Assuntos em destaque