Notícias

Voltar Uso Racional de Medicamentos

Uso Racional de Medicamentos

        10 de maio, 2022

 

Meu nome é Kamila Frosi, sou Farmacêutica formada pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) e Administradora Pública, formada pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Atuo como farmacêutica desde 2011 em Drogaria, na dispensação a atendimento ao público. Participo também desde 2018 do Grupo de pacientes Crônicos da Unimed Vale das Antas, realizando Atenção Farmacêutica para os participantes do grupo.

Na atualidade, grande parte da população é usuária de medicamentos, seja em tratamentos crônicos ou para aliviar doenças passageiras. No entanto, muitos são utilizados erroneamente, causando muitos prejuízos para a população - a Organização Mundial da saúde (OMS) estima que mais da metade de todos os medicamentos são prescritos, dispensados ¿¿ou vendidos de forma inadequada, e que metade de todos os pacientes não os utiliza corretamente. Por isso a importância do Uso racional de Medicamentos.

No Brasil, o dia 05 de maio é o Dia nacional do uso Racional de Medicamentos, e essa data foi criada para alertar e informar a população quanto aos riscos à saúde em relação a automedicação, promovendo a conscientização e o uso correto. O Uso Racional de Medicamentos é definido pela OMS quando os pacientes recebem os medicamentos apropriados à sua condição clínica, em doses adequadas às suas necessidades individuais, por um período de tempo adequado e ao menor custo possível para eles e sua comunidade.

Em nosso dia a dia, muitas vezes temos o uso irracional de medicamentos, como por exemplo: o uso de muitos medicamentos por paciente, uso inadequado de antibióticos com dosagens erradas ou pelo não uso correto, a automedicação e a não aderência ao tratamento prescrito. A automedicação é um dos principais problemas relacionados aos medicamentos. Ela é definida como o ato de tomar medicamentos para aliviar sintomas sem orientação médica. No Brasil, 35% dos medicamentos vendidos são consumidos por automedicação.

A automedicação pode trazer muitos prejuízos a níveis de saúde, pois todos os medicamentos podem causar efeitos colaterais, e quando ingeridos de forma incorreta podem causar mais malefícios do que benefícios ao organismo. Algumas complicações que a automedicação pode trazer: a intoxicação, usar doses inadequadas pode causar diversos impactos na saúde, como a ineficiência do tratamento e até mesmo a intoxicação por altas dosagens; interação medicamentosa, é quando um medicamento pode interagir com o uso de outro, resultando em deficiência do tratamento ou até mesmo em intoxicações; reação alérgica, muitos medicamentos podem causar reações alérgicas, isso dependendo muito de pessoa para pessoa; e resistência ao medicamento, o uso indiscriminado pode, por exemplo, aumentar a resistência a antibióticos.

                Quando fazemos o uso de qualquer medicamento precisamos saber para o que estamos usando, se podemos utilizá-lo, qual o melhor horário para a sua utilização, se pode ser ingerido com a alimentação ou se tem alguma restrição. Então, sempre que precisar fazer o uso de medicamentos informe-se sobre eles, converse com o seu médico ou farmacêutico, defina uma estratégia que se adapte à sua rotina para a melhor utilização dos medicamentos, evitando a automedicação e fazendo o uso racional do Medicamento.

 

Concluindo, guarde estas 5 dicas:

- Use de modo racional qualquer medicamento;

- Não se automedique;

- Prescrição médica é fundamental;

 - Procure o seu farmacêutico;

- Utilize os medicamentos nas doses corretas prescritas.

Não há configuração de filtros.
 

Assuntos

Tags Filter está temporariamente indisponível.