Guia Médico

Encontre um médico e outros recursos da Unimed, sempre perto de você.

Dúvidas sobre qual plano adquirir? 

Ligue (27) 3134-5000 e confira.

Imagem de capa do card

Hospital Unimed Vitória

Todas as etapas do seu tratamento em um único lugar. Acreditação com Excelência Nivel 3, da Organização Nacional de Acreditação (ONA).

Imagem de capa do card

Unidades Unimed Vitória

Nossas unidades próprias atuam de forma interligada em uma estrutura única e exclusiva, formando assim o CIAS - Complexo Integrado de Atenção à Saúde, com o objetivo de  ofertar aos nossos beneficiários uma rede de serviços completa.

Notícias

Esteja por dentro dos últimos acontecimentos de nossa cooperativa.

Rede de apoio é essencial para que mulheres consigam amamentar

Família e sociedade devem acolher a lactante e ajudá-la nas dificuldades que possa vir a enfrentar
Texto: Unimed Vitória
        04 de agosto, 2022
Os benefícios do leite materno para o bebê são inúmeros, especialmente se a amamentação for exclusiva nos primeiros seis meses. Neste Agosto Dourado, mês de conscientização sobre a importância do aleitamento materno, médicos reforçam que a proteger a amamentação é responsabilidade de todos. Especialistas indicam que a amamentação seja exclusiva até seis meses, mas a missão nem sempre é fácil para a mãe. A pediatra e coordenadora da Utin da Maternidade Unimed Vitória, Iria Giacomin, reforça a importância do contato pele a pele entre mãe e bebê na ‘hora ouro’, a primeira hora de vida do bebê. 

Para a especialista, é preciso esclarecer como toda a sociedade pode oferecer apoio à mulher que está amamentando: é importante o apoio do parceiro, da família, da comunidade e dos grupos que a mãe frequenta. Mulheres que amamentaram também podem apoiar outras mulheres, além dos serviços de saúde, maternidades e do próprio pediatra, que deve colocar a criança para mamar já na sala de parto.

Até quando amamentar

Depois de seis meses de vida do bebê, a mãe pode começar a introduzir outros alimentos, mas o leite materno continua na dieta como o melhor deles. A mulher pode continuar amamentando até dois anos ou mais, conforme ela e o bebê forem se adaptando. A amamentação é de livre demanda, não se deve fixar horários, mas sim amamentar quando o bebê quiser, apontam especialistas.

Para a criança, ser alimentada exclusivamente com o leite materno durante os seis primeiros meses reduz a mortalidade - em menores de cinco anos; diminui a incidência e a gravidade de infecções como diarreia, infecções respiratórias, otite; reduz a chance de ter quadros de alergia, como rinite alergia e asma; além de reduzir doenças da vida adulta como sobrepeso, obesidade e diabetes. 

Enquanto isso, para as lactantes, amamentar atenua a probabilidade de câncer de mama, de diabetes, de depressão pós-parto, aumenta o período que a mãe vai ficar sem menstruar - a amenorreia lactacional, e o mais importante, promove o vínculo afetivo da mãe com o filho.

Conheça alguns de nossos serviços

Canais de Atendimento

Responsive Image
Responsive Image
Responsive Image
Responsive Image
Responsive Image
Responsive Image