Voltar

5 motivos para cozinhar com os filhos

5 motivos para cozinhar com os filhos

Compartilhar esta atividade proporciona experiências sensoriais ricas e contribui para que a criança supere a hesitação em provar alimentos desconhecidos

5 motivos para cozinhar com os filhos

19 Junho 2017

1) Envolver outros sentidos além do sabor

foto de duas meninas mexendo numa massa com as mãos sujas de farinha

Para uma criança, provar um alimento desconhecido às vezes pode ser intimidante. Ao engajar a criança na preparação, é possível explorar outros sentidos além do sabor. Isso ajuda a construir associações positivas com os alimentos. Amassar a massa, lavar verduras, organizar a salada nos recipientes e separar grãos de feijão são algumas das opções e ideias de inspiração que envolvem o contato com a textura dos alimentos. 
 

2) Aproveitar a oportunidade de cozinhar para ensinar

Foto de pai com dois filhos, um menino e uma menina na cozinha preparando alimentos

Há tantas lições que podem ser ensinadas durante o preparo dos pratos. Conceitos matemáticos como contagem, medição e frações podem ser exemplificados ao observar uma receita. Explicar como determinados alimentos podem ajudar o nosso organismo a manter-se saudável é uma excelente forma de falar de ciência. Além do mais, seguir uma receita do começo ao fim ajuda a construir as habilidades para planejar e completar projetos.
 

3) Tornar o preparo das refeições um hábito familiar 

troca de 3 imagens, imagem 1 com uma família composta por pai, mãe e duas crianças na cozinha preparando alimentos, imagem 2 vó cozinhando com neta que quebra um ovo na vasilha, imagem 3: pai e filha cozinhando, pai amassando farinha numa tigela e filha com as mãos sujas de farinha olhando

A refeição da família pode começar no momento de preparar os alimentos. É uma oportunidade de reforçar a herança cultural e relembrar pratos que têm sido preparados ao longo de gerações. Incentive as crianças a encontrar novas receitas para adicionar ao cardápio. Cozinhar juntos e priorizar a escolha de alimentos saudáveis são ótimas maneiras de entusiasmar por meio do exemplo, fortalecendo o compromisso da família com um estilo de vida saudável. 

 

4) Ensinar sobre segurança 

troca de 2 imagens, imagem 1: mãe ajudando filha colocar biscoitos no forno, imagem 2: foto de um menino cortando cebolas na cozinha com a ajuda de uma pessoa

Uma criança de quatro anos, por exemplo, pode não estar pronta para saltear vegetais sobre uma panela quente, mas pode ter habilidades motoras suficientes para lavar frutas ou organizar a salada. Mantendo a segurança em mente, não é difícil identificar atividades ideais para envolver as crianças na cozinha, independentemente da faixa etária. Ensine sobre a importância de manterem-se seguras enquanto cozinham, mostrando-lhes como segurar os utensílios, usar luvas de forno para proteger as mãos do calor e como ligar e desligar os aparelhos com segurança. É essencial supervisionar todas as atividades da criança na cozinha.  
 

5) Incentivar a cooperação

Duas meninas preparando alimentos, uma segurando um ovo e outra com uma colher mexendo numa tigela

As crianças podem ajudar a fazer a lista de compras e encontrar os itens no supermercado. Ao cozinhar, decidam em conjunto quais ingredientes adicionar para melhorar o sabor. Fale sobre como as pessoas apreciam gostos diferentes e compartilhe suas preferências. Faça com que as crianças se reconheçam também como responsáveis pelo preparo, isso ajuda para que fiquem empolgadas no momento de saborear as refeições.  
 
 

Texto: Rafaela Fusieger / Ilustração: Ana Carla Bortoloni

Fonte: American Academy of Pediatrics

Conteúdo aprovado pelo coordenador técnico-científico do Portal Unimed.


Média (7 Votos)
Avaliar:

COMPARTILHAR:


Cadastre-se para receber novidades e notícias

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso.