Voltar

Entenda o bruxismo

Entenda o bruxismo

Conheça as causas do ato de ranger os dentes e evite complicações nos dentes, mandíbula e ouvido

Entenda o bruxismo

21 Fevereiro 2018

 

O bruxismo se caracteriza pelo ato de ranger ou apertar os dentes durante o sono ou atividades diárias.

 

 

Muitas vezes, o hábito, que pode estar associado ao estresse e a tensão, é inconsciente, ou seja, a pessoa não percebe que o faz várias vezes ao dia.

 

Além do ranger dos dentes, outros sinais que indicam o bruxismo são dores no músculo da face pela manhã ou final do dia, rachaduras ou desgastes nos dentes; dor, zumbido ou sensação de areia no ouvido; dores de cabeça e pescoço; diminuição da audição e dificuldade para deglutir os alimentos. Nos casos mais graves, o paciente pode perder o dente ou ter problemas na articulação da mandíbula (ATM).

O cirurgião dentista é o profissional que poderá ajudar a encontrar o melhor tratamento para a correção do problema. O uso de placas de mordida, por exemplo, é uma das alternativas. No entanto, compreender as causas do estresse e da tensão pode ajudar o evitar o prolongamento do problema.

 

Bruxismo infantil

As crianças também podem sofrer com o bruxismo. Geralmente, ele se manifesta durante à noite entre os 6 e 10 anos. O estresse e a ansiedade podem estar por trás do problema. Veja algumas dicas para que os pequenos fiquem mais relaxados e evitem ranger os dentes à noite.

 

 

  • Durante o dia, mantenha o seu filho com atividades que gastem energia para que ele esteja mais relaxado à noite;
  • À noite, diminua a atividade física e mental da criança. Para relaxar ainda mais use técnicas de relaxamento, aromaterapia, banho relaxante ou, simplesmente, conte uma história antes de dormir;
  • Se o ranger dos dentes não melhorar após algumas semanas, consulte um dentista para que ele possa diagnosticar a causa do bruxismo e indicar o melhor tratamento.

 

 


Texto: Jailde Barreto / Design: Carolina Moura

Fonte: Hospital Albert Einstein/ Associação Brasileira de Odontologia

Conteúdo aprovado pelo responsável técnico-científico do Portal Unimed.


Média (6 Votos)

COMPARTILHAR:


Cadastre-se para receber novidades e notícias

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso.

 

Uma publicação compartilhada por Unimed (@unimedbr) em