Voltar

Lixo úmido e lixo seco: você sabe descartá-los?

Lixo úmido e lixo seco: você sabe descartá-los?

Campanha quer incentivar as pessoas a separarem o lixo doméstico corretamente

Lixo úmido e lixo seco: você sabe descartá-los?

13 Julho 2011
Com o objetivo de conscientizar a população sobre a importância de separar o lixo adequadamente e, consequentemente, facilitar o trabalho dos catadores de materiais recicláveis, o Ministério do Meio Ambiente lançou a campanha “Separe o lixo e acerte na lata”, em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. A iniciativa visa abordar também a utilização da reciclagem do lixo para ajudar na preservação de recursos naturais.

Quando os resíduos das casas são separados corretamente em lixo úmido (ou orgânico) e lixo seco, os catadores têm acesso mais rápido e higiênico aos itens descartados e conseguem recolher uma quantidade maior de material e aumentar a renda com a venda dos resíduos. Isso significa também que mais lixo será reciclado, o que ajuda o país a estar cada vez mais no caminho de solucionar o problema do lixo e a mobilizar a sociedade para essa causa.

Como separar o lixo adequadamente?
Para colocar em prática essa atitude, é necessário saber identificar os tipos de resíduos. Confira a seguir o que faz parte do lixo úmido e do seco:





Agora que você já sabe como separar os resíduos domésticos e quais benefícios disso, é hora de colocar a mão na massa – ou no lixo – e conscientizar todos de sua casa a fazer o mesmo.


Taise Bertoldi e Designer: Pabla Vieira

Fonte: Ministério do Meio Ambiente (MMA) e Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom).

Conteúdo aprovado pelo responsável técnico-científico do Portal Unimed.


Média (4 Votos)

COMPARTILHAR:


Cadastre-se para receber novidades e notícias

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso.

 

Uma publicação compartilhada por Unimed (@unimedbr) em