Voltar

Saúde bucal

Saúde bucal

Descubra os hábitos de higiene e os sinais de alerta para manter boca, dentes e gengivas saudáveis!

Saúde bucal

12 Março 2021

Saúde bucal vai muito além de simplesmente escovar os dentes uma vez ao dia. Existem hábitos importantes e uma forma correta de realizá-los para garantir uma boca saudável.

Isso porque a boca pode ser uma porta de entrada para muitas bactérias e micro-organismos. Se não forem eliminados, eles podem causar problemas bucais bem chatos, como a gengivite, a halitose (mau hálito) e outros. Hoje, você vai aprender como identificar sinais desses problemas e também como preveni-los!

 

Escovar os dentes, passar fio dental e outros hábitos para a saúde bucal

Halitose, gengivite, tártaro e outras doenças da boca

 

Escovar os dentes, passar fio dental e outros hábitos para a saúde bucal

Manter a saúde bucal depende de hábitos diários, mas bem simples. Antes de falar sobre hábitos específicos, vale considerar que a saúde da nossa boca também pode ser prejudicada por má alimentação, consumo de álcool e tabagismo. Então, o cuidado começa por aí!

Agora, vamos aos hábitos de higiene bucal?

 

Escovar os dentes corretamente:

A escovação deve ser feita todos os dias após cada refeição e antes de dormir. Para isso, escolha uma escova com cerdas macias e uma pasta de dentes com flúor. É importante manter a escova de dentes em bom estado, trocando a cada três meses ou sempre que perceber que ela está com as cerdas gastas.

Na hora de escovar, faça movimentos circulares para que a escova passe por toda a região de seus dentes e principalmente na conexão do dente com a gengiva, onde se acumulam alimentos.

Lembre-se de limpar a parte traseira de todos os dentes, a parte de cima dos dentes do fundo e também de escovar a língua para tirar todas as sujeirinhas! Não empregue muita força à escova, isso pode machucar a gengiva. E, por fim, limpe a língua - ela também faz parte da boca.

 

Fio dental:

O fio dental também é um passo fundamental! Você deve passar entre todos os dentes, de forma leve, mas que limpe toda a lateral do dente até a gengiva. Isso pode ser feito antes ou depois da escovação.

Sobre a frequência, o correto é passar o fio dental em todas as escovações diárias, pois é ele que vai chegar onde a escova não alcança e limpar tudo. Mas, se for difícil se acostumar de início, comece usando uma vez por dia – isso já vai melhorar muito a higiene. Em seguida, vá aumentando até adotar o hábito de passar o fio em todas as escovações!

 

E o enxaguante, usar ou não usar?

O enxaguante bucal – de preferência o sem álcool na formulação – é um complemento para a escovação e o fio dental. Ele não substitui, de forma alguma, esses primeiros passos, mas pode ser um auxílio na manutenção da limpeza.

Sobre como e quanto usar, o melhor é consultar a embalagem do produto e, na dúvida, também conversar com seu dentista para entender o que é indicado para você.

 

E se eu uso aparelho?

Se você usa aparelho ortodôntico, é ainda mais importante fazer a escovação correta e também é possível usar o fio dental. O aparelho pode acumular restos de alimentos e prejudicar a sua higiene bucal.

Uma dica para a escovação é passar a escova nas laterais dos bráquetes e não só na superfície, porque alguns alimentos ficam ali. Existem escovas anatômicas que facilitam a limpeza do aparelho e também o passa-fio, um acessório que ajuda você a passar o fio dental mesmo com o aparelho fixo!

 

Halitose, gengivite, tártaro e principais doenças da boca

Com a higiene bucal, conseguimos evitar muitos problemas e doenças que afetam nossa boca. Ainda assim, é importante conhecer os sintomas das principais doenças para saber identificar se algo está errado. Vamos lá?

 

Gengivite: gengiva vermelha, inchada, sangrando e/ou sensível podem ser sintomas de gengivite. A doença acontece quando se acumulam bactérias e restos de alimentos na gengiva. Ela também pode gerar mau hálito.

Para tratar gengivite, é fundamental consultar seu dentista para investigar as causas, remover a placa bacteriana e o tártaro com uma limpeza. Em casa, você também deve garantir uma boa escovação e bons hábitos de higiene para manter suas gengivas sempre limpinhas.

 

Periodontite: doença causada pela infecção de bactérias nos dentes e gengivas. O problema geralmente vem de um estado mais grave da gengivite, mas também pode ser causada por outros fatores como cáries, tabagismo e até a posição errada dos dentes (o nascimento torto do siso, por exemplo).

Os sintomas da periodontite são vermelhidão, dor e sangramento nas gengivas, além de dentes soltos ou moles e mau hálito. 

Para tratar a periodontite é necessário buscar a orientação de seu dentista, pois ele vai identificar a causa do problema e mostrar o caminho para resolvê-lo. A boa higiene também é um primeiro passo para fugir da doença. 

 

Tártaro e placa bacteriana: o tártaro pode ser definido de forma simples como o acúmulo de placa bacteriana na boca. Ambos resultam principalmente da má escovação dos dentes e podem trazer várias consequências, como mau hálito, cáries e a própria gengivite. 

Para tratar o tártaro e a placa bacteriana, a boa higiene com escovação, fio dental e enxaguante bucal é essencial. Você também deve consultar seu dentista para uma limpeza geral e um tratamento mais preciso.

 

Halitose: a halitose nada mais é do que o mau hálito ou “bafo”. Ela, na verdade, é um sintoma que pode ser resultado de outras doenças citadas aqui e é causada pela má higiene dos dentes.

Se, mesmo com a higiene correta dos dentes, o mau hálito persistir, é importante conversar com um profissional e entender o problema.

 

Cárie: acontece quando as bactérias presentes na boca produzem um ácido que causa danos aos dentes. Os sintomas podem variar conforme o tipo de cárie, mas geralmente são manchas escuras que vão progredindo se não houver tratamento adequado. Elas podem gerar dores e sensibilidade na raiz dos dentes e gengivas. Consulte seu dentista assim que sentir que algo está errado.

Por falar em cáries, veja mais dicas de como evitá-las.  Prevenindo cáries: 10 dicas para um sorriso saudável

Como você viu, são vários os problemas que podem ser causados pela má higiene bucal. Por isso, é importante mudar hábitos e adotar uma rotina saudável de cuidados com a boca, dentes, gengivas e língua.

Vamos começar hoje? Com atitudes simples, evitamos problemas e sorrimos com saúde!

 

Fontes: Faculdade de Odontologia da USP, Unimedp


Texto: Agência Babushka | Edição e Revisão: Unimed do Brasil

Revisão técnica: equipe médica da Unimed do Brasil


Média (2 Votos)

COMPARTILHAR:


 

Uma publicação compartilhada por Unimed (@unimedbr) em