Voltar

HUAV PREPARADO PARA CASOS DE COVID-19

HUAV PREPARADO PARA CASOS DE COVID-19

Hospital Universitário Alzira Velano realiza várias ações para o enfrentamento do novo coronavírus

HUAV PREPARADO PARA CASOS DE COVID-19

Hospital Universitário Alzira Velano realiza várias ações para o enfrentamento do novo coronavírus

2 Abril 2020

Desde o momento da crise do COVID-19, o novo coronavírus, o Hospital Universitário Alzira Velano vem se preparando para o enfrentamento da pandemia. Foi criado um Comitê para definir condutas e medidas para a assistência de pacientes, e proteção e orientação aos profissionais para diminuir o risco de contaminação dos funcionários, dos demais pacientes e familiares, garantindo uma assistência de qualidade.

Além disso foi criada uma campanha de comunicação interna e externa específica para informar e orientar toda a comunidade hospitalar sobre a prevenção do coronavírus.
Todos os profissionais do HUAV passaram por cursos e treinamentos, e estão preparados e capacitados para receber pacientes com suspeita de coronavírus.
O atendimento do hospital foi reorganizado e suspenderam as consultas do CER III - físico, auditivo, visual e ostomia. Outras medidas como redução do horário de visita e do número de visitantes e o afastamento de funcionários acima de 60 anos, também foram tomadas.
O Hospital criou um fluxo de atendimento e, para isso, passou por adaptações. O Pronto Socorro, que tinha porta única, agora atende com duas entradas: uma para pacientes com sintomas gripais e outra para casos de urgência. Os pacientes que chegam os sintomas gripais passam por consulta e, dependendo da gravidade, fazem exames e são encaminhados para quartos de observação, internação ou recebem alta com orientação de isolamento e cuidados em casa. A segunda entrada para URGÊNCIAS, o paciente passa pelo acolhimento com classificação de risco e é encaminhado para os consultórios, de acordo com a queixa.

O Hospital Universitário Alzira Velano reforça que está preparado e com uma equipe médica capacitada para receber casos com suspeita do COVID-19.


Lívia Lemes


Média (0 Votos)

COMPARTILHAR: