Voltar

Benefícios do alho: mais que tempero, um aliado na saúde

Benefícios do alho: mais que tempero, um aliado na saúde

Junto ao sabor e aroma característicos está uma série de benefícios para a saúde, inclusive a prevenção ao câncer de cólon

Benefícios do alho: mais que tempero, um aliado na saúde

11 Maio 2021

Tempero comum na cozinha brasileira, o alho faz parte da cultura popular tanto na alimentação quanto em medicamentos caseiros. Conheça mais sobre esse alimento, os mitos e verdades do uso medicinal e aprenda uma receita prática de pasta de alho assado.

 

Propriedades medicinais do alho

Mitos e verdades

Receita de pasta de alho assado

 

Propriedades medicinais do alho

O bulbo do alho (também conhecido como "cabeça"), é a parte da planta que fica embaixo da terra e é muito utilizado na preparação de alimentos, fazendo dupla com a cebola em refogados e diversas receitas.

Além do aroma característico, existem muitos benefícios para a saúde no consumo de alho. Ele consta na lista de alimentos funcionais do Ministério da Saúde, por ser rico em sulfetos alílicos, que fortalecem o sistema imunológico e contribuem para reduzir o risco de câncer de cólon.

Uma pausa importante!
O cólon é a parte central do intestino grosso, que possui ainda outras duas partes menores, o ceco e o reto. Sua principal função é extrair água e sais minerais dos alimentos, tornando as fezes mais pastosas e sólidas. O cólon também absorve as vitaminas K, B1 e B2, produzidas pelos mais de 700 tipos de bactérias que vivem na flora intestinal.  O câncer de cólon e reto (ou colorretal) é o segundo mais frequente entre os homens e entre as mulheres no Brasil. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), a estimativa para 2020 foi de mais de 40 mil novos casos desse tipo de câncer no país.
Fonte: A.C. Camargo Cancer Center

 

O consumo frequente de alho também ajuda a diminuir o colesterol, regular a pressão sanguínea, combater fungos e bactérias no organismo e proteger o coração. Uma alimentação balanceada potencializa esses resultados, fazendo todos os alimentos trabalharem em conjunto para o bem do nosso metabolismo.

 

Combate ao câncer

De acordo com especialistas em nutrição, tanto o alho quanto a cebola possuem compostos bioativos. Há estudos demonstrando que esses compostos contribuíram para a melhora de alguns tipos de câncer, como ovário, rins, laringe e mama. As propriedades do alho produzem um efeito anticâncer.

Não existem contraindicações no consumo de alho na forma natural, como em chás e alimentação em geral. Mas a utilização de alho em forma de cápsulas deve ser prescrita e acompanhada por um médico.

 

Quanto mais alho, melhor?

Depende. Como esse alimento tem um sabor forte, a quantidade varia de acordo com o gosto da pessoa. Para fins medicinais, não há um valor definido, mas algumas recomendações: refogar junto com outros alimentos frescos cortados na hora e incluir após o cozimento da cebola, para que o calor em excesso não consuma as propriedades do alho.

Veja mais sobre o preparo de alimentos em: Refogar, cozinhar no vapor ou fritar?

Mitos e verdades

A internet está cheia de conteúdos que podem mais confundir do que ajudar. E, quando se trata de saúde, todo cuidado é necessário. Separamos algumas dúvidas frequentes para que você fique informado:

1. O alho aumenta a imunidade?
Verdade.
Como mencionamos antes, o alimento é rico em sulfatos alílicos, que auxiliam no metabolismo e agem diretamente no sistema imunológico.

 

2. Comer alho cru faz bem para a saúde?
Verdade
. Mas a melhor forma de consumir o alho é amassado, para potencializar as propriedades do alimento.

 

3. Alho com vinagre de maçã auxilia no tratamento contra a COVID-19?
Mito.
Essa receita viralizou no decorrer da pandemia, junto com outras "curas" milagrosas envolvendo mel e limão. Ainda não existe um tratamento específico para a COVID-19, apenas para alívio dos sintomas. 

 

4. Chá de alho faz bem para o coração?
Verdade
. A infusão pode ser preparada com um dente de alho amassado para 200 ml de água fervente. Deixe descansar por aproximadamente 10 minutos e beba na sequência. A mistura auxilia tanto para a saúde do coração quanto para o controle do colesterol.

 

Aprenda mais sobre alimentos e saúde:

 

Receita de pasta de alho assado

Essa receita promete conquistar até quem não aprova o alho por conta do hálito pós-consumo, devido ao cozimento no azeite com especiarias.

A pasta pode ser consumida em torradas, carnes, peixes ou com outros acompanhamentos. As possibilidades são infinitas!

Anote os ingredientes para uma porção individual:

  • 4 cabeças de alho
  • 1 colher de sopa de azeite
  • Pimenta-do-reino
  • Ervas e/ou especiarias a gosto

Modo de preparo:

Corte a parte superior das cabeças de alho, sem separar os dentes. Coloque cada cabeça sobre um pedaço de papel-alumínio, cubra com azeite, sal, pimenta e as demais especiarias que você preferir.

Faça um pacotinho com o alho dentro do papel e coloque para assar por 40 minutos no forno a 200ºC. Com muito cuidado para não se queimar com o vapor, abra os pacotes.

Quando esfriar, esprema cada dente da casca e amasse com um garfo. O resultado será uma pasta de alho, que pode ser guardada em potes de vidro na geladeira por até cinco dias.

Nós temos muitas receitas práticas e voltadas para a sua saúde. Escolha a sua favorita aqui.

 

Fontes: Ministério da Saúde, Revista AbraleA.C. Camargo Cancer Center


Texto: Agência Babushka | Edição e Revisão: Unimed do Brasil

Revisão técnica: equipe médica da Unimed do Brasil


Média (2 Votos)
Avaliar:

COMPARTILHAR:


Cadastre-se para receber novidades e notícias

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso.

 

Uma publicação compartilhada por Unimed (@unimedbr) em