Voltar

Déficit de atenção no trabalho

Déficit de atenção no trabalho

Lidar com os obstáculos desse transtorno na vida adulta pode ser um desafio. Confira alguns hábitos que podem evitar frustrações na vida profissional

Déficit de atenção no trabalho

17 Outubro 2013

Quem está ativo no mercado de trabalho sabe que talento não é o bastante para se manter na maioria dos empregos. Mais do que aptidão, destacar-se no trabalho demanda foco, atenção a detalhes, organização, agilidade e uma gama enorme de competências que devem ser exibidas dia a dia. Conquistar sucesso na vida profissional pode parecer difícil para muitas pessoas, mas pode soar ainda mais desafiador para a parte da população que apresenta sintomas de Transtorno de Déficit de Atenção (TDA). Dentre outras características, esse transtorno é marcado pela falta de concentração e impulsividade.

Ao contrário do que muitos imaginam, o TDA ou TDAH – quando o transtorno apresenta também hiperatividade – não se manifesta apenas na infância. Mais da metade das crianças diagnosticadas com o transtorno continuam carregando os sintomas até a fase adulta, segundo estimativa da Associação Brasileira de Déficit de Atenção (ABDA). O adulto com déficit de atenção pode ter que lidar diariamente com a dificuldade de se organizar, de prestar atenção, de administrar o tempo e o dinheiro, de cumprir metas e horários, de finalizar tarefas, de permanecer por muito tempo na mesma posição, de seguir ordens, etc. 

Felizmente, a prática consistente de alguns cuidados pode evitar que esses obstáculos ofusquem o talento das pessoas com TDA no ambiente de trabalho. Confira algumas dicas:

Consulte a agenda três vezes ao dia

Quer você tenha déficit de atenção ou apenas tarefas demais para memorizar, manter o uso de uma agenda de compromissos e consultá-la ao menos três vezes ao dia certamente ajudará na organização diária. Além de tirar preocupações da cabeça ao passar tudo para o papel, você não correrá o risco de deitar a cabeça no travesseiro e se dar conta de que se esqueceu de um compromisso. Anote tudo que você quer fazer no dia assim que acordar e risque os itens à medida que forem realizados.

Faça uso do alarme do celular

Esquecer-se de reuniões, prazos, medicamentos e outras responsabilidades pode criar problemas no trabalho e nos relacionamentos. Programar alarmes no seu celular pode facilmente evitar esse risco. Há smartphones que possuem uma configuração para fazer o alarme soar alguns minutos antes de todos os compromissos que você anotar na agenda do celular. Usufrua dessa tecnologia!

Transforme a organização em uma prática constante

Estipule um lugar específico para todos os objetos da casa e do escritório, e garanta que eles voltem para lá sempre. Dez minutos do seu dia é tempo suficiente para fazer essa organização que irá facilitar as tarefas. Para não extraviar papeis importantes como contas e recibos, reserve uma caixa ou gaveta em casa e guarde-os assim que puder.

Registre todas as despesas

Seja no papel ou em um aplicativo de smartphone, mantenha um diário de tudo o que você compra diariamente. Adultos com déficit de atenção costumam ter dificuldade em administrar despesas, logo, manter-se consciente do que você gosta pode ajudar no controle.

Amenize as distrações na hora de trabalhar

Conversas, ruídos e outras distrações podem ser um grande fator perturbador para a concentração de adultos com déficit de atenção. Estratégias como: colocar o celular no silencioso, pedir por um escritório reservado, concentrar-se em apenas uma tarefa de cada vez, não deixar redes sociais ou contas de email conectadas e usar fones de ouvido com música podem auxiliar na concentração.

Use técnicas de produtividade

Um simples cronômetro pode ser útil para melhorar a sua produtividade no trabalho. Programe 15 minutos para a realização de uma tarefa ou parte dela. Enquanto o cronômetro estiver rodando, tente focar ao máximo na produção. Ao ouvir o soar do alarme, decida se você consegue continuar concentrado. Se sim, programe mais 15 minutos no cronômetro, foque e continue assim por diante. Quando a concentração for embora, deixe para retomar a tarefa mais tarde ou no dia seguinte, com a cabeça fresca.

 


Nathale Ethel Fragnani

Fonte: WebMD, Associação Brasileira de Déficit de Atenção

Conteúdo aprovado pelo coordenador técnico-científico do Portal Unimed.


Média (1 Votar)
Avaliar:

COMPARTILHAR:


Cadastre-se para receber novidades e notícias

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso.