Voltar

Mitos e verdades sobre exercícios físicos

Mitos e verdades sobre exercícios físicos

Teste seus conhecimentos neste quiz, que esclarece dúvidas comuns sobre a prática de atividade física e vai fazer você querer se exercitar mais

Mitos e verdades sobre exercícios físicos

11 Janeiro 2019

A cada dia mais pessoas se conscientizam sobre a importância da atividade física para a saúde e a qualidade de vida e aderem aos exercícios. A recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) é que 150 minutos semanais sejam dedicados aos exercícios físicos leves ou moderados, o que equivale a 20 minutos por dia, ou, pelo menos, 75 minutos de atividade física de maior intensidade por semana, ou seja, 10 minutos por dia.

Porém, a rotina atribulada e tomada por afazeres de casa e do trabalho é considerada um dos principais empecilhos para driblar o sedentarismo, que é uma das principais causas diretas das doenças cardiovasculares. A Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), realizada em parceria pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e o Ministério da Saúde (MS), mostrou que um a cada dois adultos não pratica o nível de atividade física recomendado pela OMS.

Mas há muitas alternativas que ajudam a integrar definitivamente os exercícios no dia a dia. Contar com os amigos para esportes coletivos ou para uma caminhada, procurar um local perto de casa quando não houver tempo para se deslocar até um parque mais distante e trocar a ida ao trabalho de carro por ir a pé são alguns exemplos. O importante é vencer o sedentarismo.

Veja alguns mitos e verdades sobre os exercícios físicos e sinta-se ainda mais motivado a se movimentar.

 

1 - Exercício melhora o humor e o bem-estar.

Informação adicional:
Enquanto você se exercita, ocorre a liberação de substâncias neurotransmissoras (dopamina e serotonina) que são responsáveis pela sensação de bem-estar e de felicidade. A prática constante também contribui para afastar a ansiedade e a depressão. Pesquisadores da Faculdade de Medicina de Harvard indicam os exercícios aeróbicos para uma boa saúde do cérebro.

2 - O período mais indicado para o exercício é pela manhã.

Informação adicional:
Embora existam pesquisas que indiquem que a prática de exercícios pela manhã ajuda a acelerar a perda de peso pelo fato de estimular o corpo a queimar mais gordura ao longo do dia, especialistas reforçam que o melhor horário para se exercitar é aquele em que você se sente mais à vontade e mais disposto. O principal objetivo é colocar o corpo em movimento e isso deve acontecer nos horários livres e de acordo com a preferência de cada pessoa.

3 - Treino de alta intensidade traz mais resultados.

Informação adicional:
O treino HIIT, que consiste em intercalar esforços na máxima intensidade com intervalos de recuperação em aulas rápidas de até 30 minutos, é considerado um dos mais eficazes para quem quer eliminar os quilos extras. Isso porque nesse tipo de exercício há maior demanda por energia e com isso queimam-se mais calorias por minuto. Porém, não deve ser praticado sem a orientação de um educador físico.

4 - Malhar em jejum emagrece.

Informação adicional:
Malhar sem ter se alimentado previamente não ajuda a emagrecer e ainda pode ser prejudicial à saúde. Isso porque a queda do nível de glicogênio, que é responsável por fornecer energia ao corpo, gera fraqueza e as consequências podem ser queda de pressão, tontura e desmaio.

5 - Quem sofre com dor nas costas não deve se exercitar.

Informação adicional:
As pessoas que sentem dores nas costas geralmente recebem a indicação do ortopedista para realizar exercícios com regularidade, sobretudo os abdominais, que ajudam a fortalecer a musculatura da região lombar e eliminar a dor. Com os movimentos, ainda ocorre um aumento da circulação sanguínea e melhora na estabilização da coluna.

Fim do teste

Você acertou das questões
Clique no botão abaixo para refazer o teste.

Karina Fusco | Edição: Thaís Guimarães de Lima | Design: Alex Mendes

Fonte: Ministério da Saúde, Sociedade Brasileira de Atividade Física e Saúde, International Society for Physical Activity and Health, Universidade McMaster do Canadá e Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte

Conteúdo aprovado pelo responsável técnico-científico do Portal Unimed.


Média (5 Votos)
Avaliar:

COMPARTILHAR:


Cadastre-se para receber novidades e notícias

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso.

 

Uma publicação compartilhada por Unimed (@unimedbr) em