Voltar

crachas humanizados

crachas humanizados

Unimed Botucatu implanta crachá humanizado

crachas humanizados

Unimed Botucatu implanta crachá humanizado

7 Julho 2021

Os colaboradores que atuam na enfermaria Covid no Hospital Unimed Botucatu Unidade II estão utilizando um novo tipo de crachá funcional.

Maior, ele traz uma foto do profissional em seu momento de lazer e aponta o nome como ele é chamado pelos colegas. "Nosso intuito é humanizar o cracha funcional. Mostrar que atrás de toda aquela paramentação, necessária nesse momento de pandemia, existe um ser humano conectado com o paciente e comprometido em cuidar com o carinho que ele merece", destaca a enfermeira Camila Belém, que coordena a enfermaria COVID e uma das idealizadoras.

O cracha humanizado foi a forma encontrada para mostrar o rosto (e o coração) por trás da máscara e os efeitos para os pacientes são muito benefícos. "O paciente está ali, afastado dos familiares, com medo - porque essa é uma doença nova ... estar confiante e sabendo quem está cuidando dele naquele momento, faz toda a diferença".

Desde o início da pandemia, direção e colaboradores do complexo hospitalar têm procurado nortear suas ações com ainda mais afeto e mais carinho, ampliando o ato de cuidar além da esfera do "tratamento".

O resultado tem sido positivo tanto para quem cuida, como para quem é cuidado.

 


Solange Serafim