Voltar

Adoecimento psíquico é tema de Roda de Conversa com os colaboradores da Unimed Caruaru

Adoecimento psíquico é tema de Roda de Conversa com os colaboradores da Unimed Caruaru

Adoecimento psíquico é tema de Roda de Conversa com os colaboradores da Unimed Caruaru

20 Setembro 2021

No mês em que ocorre a campanha de prevenção ao suicídio, a Unimed Caruaru tem promovido momentos importantes para conscientizar os colaboradores sobre a saúde mental. Dentre as ações, foi realizada, para os colaboradores do Hospital Unimed Caruaru- HUC, uma roda de conversa sobre adoecimento psíquico.

A palestra foi ministrada pelo Médico da Família e Comunidade- Especialista em Preceptoria, Dr. Carlos Henrique Leonel e pela Psicóloga Clínica Hospitalar, Especialista em Neuropsicologia, Emanuelly Araújo.

Em média, acontecem 12 mil suicídios todos os anos no Brasil e mais de 01 milhão no mundo. Acreditamos que é possível salvar vidas conscientizando sobre os fatores de risco para o comportamento suicida e os tratamentos necessários para os transtornos mentais. De acordo com Dr. Carlos Leonel, o suicídio é um tema delicado, mas, é preciso tocar no assunto.

“Por que falar todos os anos em suicídio? Porque ter pensamentos suicidas é muito difícil. Não saber a quem recorrer é desolador. Não confiar que vão te compreender é angustiante, assim como querer ajudar alguém com pensamentos suicidas e não conhecer formas de ser apoio e abrigo sem sufocar ou ser insuficiente é igualmente torturante”, desabafa.

O médico ressalta ainda o alarmante número de casos por segundo, por isso, não se pode fechar os olhos e ouvidos para o assunto:

 “Precisamos falar para lembrar que é tão comum que a cada 40 segundos uma pessoa comete suicídio no mundo, segundo a OMS.

Precisamos falar porque a vida humana é importante e deve ser protegida, perdemos pessoas amadas para o suicídio, podemos e temos o encargo de demonstrar amor e cuidado a ponto de essas pessoas se sentirem queridas e importantes, como de fato são.

Precisamos falar, porque é uma causa de morte evitável.

Por tudo isso a ação do setembro amarelo no HUC foi importante em 2021 e continuará sendo nos anos a seguir. A partir de ações assim estratégias nascem e vidas são salvas. A vida vence, a humanidade vence, o mundo ganha e a Unimed Caruaru cumpre o seu propósito de promover saúde”, concluiu o médico.

A psicóloga Emanuelly Araújo também enfatizou a importância desse momento para os colaboradores.

“Existem números que mostram o adoecimento psicológico de trabalhadores que atuam diretamente com a saúde, o momento foi bem oportuno para dialogar sobre demandas e queixas diante a ansiedade, depressão e prevenção do suicídio e como devemos cuidar da nossa saúde mental”, finalizou.