Voltar

O que a grávida pode ou não pode fazer?

O que a grávida pode ou não pode fazer?

O que a grávida pode ou não pode fazer?

Alguns cuidados devem ser tomados na gravidez, mas nada impede que as gestantes tenham uma vida normal se a gravidez estiver saudável.

Abaixo segue uma lista do que as mulheres podem fazer:

Dirigir: mulheres grávidas podem dirigir normalmente até o sétimo mês de gestação. O cinto de segurança deve passar na parte inferior do abdômen para não comprimir a bolsa amniótica e consequentemente o bebê.

Andar de bicicleta: o recomendado é que pratiquem esse exercício apenas grávidas que já estejam acostumadas, o indicado é que seja apenas até o sexto mês de gestação.

Nadar: hidroginástica e natação são exercícios recomendados para gestantes por serem de baixo impacto. Porém, é necessário conversar com o médico para ver se ele permite.

Usar medicamentos: a gestante pode usar medicamentos, desde que esses sejam prescritos pelo médico.

Banho de mar: a gestante pode tomar banho de mar, apenas desaconselha-se tomar a onda diretamente na barriga pela força que têm. O ideal é se banhar em águas calmas que cheguem ao máximo até a altura do fêmur (coxas).

Viajar de avião: antes do 7º mês não há problemas em andar de avião, desde que a mulher não tenha problemas com pressão alta e tenha autorização do médico. Deve-se evitar a viagem no final da gravidez, devido à pressurização da aeronave. Aos 8 meses é necessário atestado e no 9º mês apenas viagens de automóveis e ônibus são permitidas.

Confira abaixo o que os médicos desaconselham que a gestante faça:

Fumar: se a gestante fuma, assim que descobrir a gravidez, é recomendado que pare de fumar imediatamente. O cigarro pode causar problemas graves ao bebê, pois restringe o oxigênio que chega ao feto.

Pintar o cabelo: a química usada para tingir os cabelos é forte e pode penetrar no couro cabeludo. O ideal é pedir autorização do médico e também usar fórmulas que não contenham amônia e ainda assim não encostar na raiz.

Depilação à laser: troque a depilação à laser por depilação com cera ou lâmina, pois a depilação à laser não tem aval dos médicos por não terem certeza se causa algum problema ao bebê.


Fonte: Unimed Paraná