Voltar

Quanto é normal engordar na gravidez?

Quanto é normal engordar na gravidez?

Quanto é normal engordar na gravidez?

As mudanças no corpo da mulher durante a gravidez são inevitáveis. A principal delas é o aumento do peso, provocado não somente pela presença do feto, mas também por retenção de água, aumento do volume de sangue circulante e ganho de gordura.

O peso da mãe antes da gravidez e o ganho total durante os 9 meses de gravidez são fatores que interferem diretamente no peso, comprimento e as reservas de gordura do recém-nascido. O peso e as reservas de gordura ao nascer são importantes, pois tem grande impacto na saúde do bebê a curto e a longo prazo.  

O ganho de peso gestacional também tem impactos na mãe, uma vez que mulheres que ganham peso excessivamente durante a gravidez apresentam maior risco de se tornarem obesas ou de agravarem o seu excesso de peso já preexistente.

Se fôssemos contar somente o peso do bebê, seria esperado um aumento de peso mínimo, ao redor de 3,5 quilos. Porém, o feto corresponde apenas a uma fração do total de ganho de peso da gestante.

Quando a mulher engravida, os seguintes fatores colaboram para o aumento do peso:

  • Peso médio do feto: 3,2 a 3,6 kg
  • Aumento das reservas de gordura do corpo: 2,7 a 3,6 kg
  • Retenção de líquidos: 0,9 a 1,4 kg
  • Peso líquido amniótico: 0,9 kg
  • Aumento de peso das mamas: 0,45 a 1,4 kg
  • Aumento de peso do útero: 0,9 kg
  • Peso da placenta: 0,7 kg

Isso significa que uma grávida que apresentava um peso corporal normal antes da gravidez deve ganhar, em média, algo em torno de 11 a 14,5kg até o final da gestação. Exceto em casos de doenças da gravidez, como na pré-eclâmpsia, onde há um acúmulo acima do normal de líquidos.

A maior parte do ganho de peso na gravidez ocorre no 2º e 3º trimestre. No primeiro trimestre, o ganho de peso é mínimo, variando entre 0,5 e 2,0 kg. A partir do 2º trimestre de gravidez, o ganho de peso acelera-se, devendo ficar em torno de 0,5kg por semana.

O termo ‘comer por dois’ durante a gravidez é um mito que não deve ser seguido. Basta um aumento de 200 a 300 kcal por dia na dieta para que a gestante consiga atingir a meta de 0,5 kg por semana. A gestante deve comer pequenas porções, várias vezes por dia. Não é indicado um jejum maior que 4 horas durante o período que a gestante esteja acordada.


Fonte: Unimed Paraná