Voltar

Conheça a importância da vacinação na infância

Conheça a importância da vacinação na infância

Conheça a importância da vacinação na infância

22 Janeiro 2018

A vacinação é uma das medidas mais importantes para prevenção doenças. Ela estimula o corpo a se defender de vírus e bactérias que provocam vários tipos de problemas graves que podem afetar seriamente a saúde das pessoas, inclusive leva-las à morte.

As vacinas podem ser produzidas a partir de organismos enfraquecidos, mortos ou alguns de seus derivados. Elas podem ser aplicadas por meio de injeção ou por via oral. Quando a pessoa é vacinada, seu corpo detecta a substância da vacina e produz uma defesa, os anticorpos. Esses anticorpos permanecem no organismo e evitam que a doença ocorra no futuro, ou seja, cria imunidade.

Principais vacinas:

BCG: logo ao nascer, todas as pessoas devem receber a injeção, que protege contra formas graves de tuberculose.   

Vacina pentavalente: injeção aplicada em três doses para proteção de todas as crianças contra difteria, tétano, coqueluche, meningite e hepatite b.

Vacina Poliomielite 1,2,3: aplicada por via oral e injeção, deve ser aplicada em todas as crianças para proteger contra a paralisia infantil.

Vacina Febre Amarela: injeção subcutânea para crianças e adultos que estiverem ou forem para regiões endêmicas (onde há casos da doença em humanos). A febre amarela é uma doença infecciosa grave que se caracteriza por febre repentina, calafrios, dor de cabeça, náuseas, sangramento do fígado, cérebro e rins, podendo levar à morte.

Tríplice viral: injeção subcutânea para crianças e que protege contra o sarampo, a caxumba e a rubéola.

Tetra viral: injeção subcutânea para todas as crianças contra as doenças protegidas pela tríplice viral, além da varicela.

Vacina hepatite a: injeção intramuscular para todas as crianças contra o vírus transmitido pela água, alimentos contaminados e em casos de higienização inadequada das mãos e talheres. A hepatite a afeta o fígado, levando à cor amarelada da pele e dos olhos, náuseas, vômitos e grande risco de desidratação rápida da criança.  

Vacina hepatite b: injeção intramuscular para todos os recém nascidos, para proteção contra o vírus que provoca mal-estar, febre, dor de cabeça, fadiga, dor abdominal, náuseas, vômitos e aversão a alguns alimentos. Trata-se de um problema grave, que pode se tornar crônico, e que, na vida adulta, pode causar câncer de fígado.

Para conferir outras vacinas obrigatórias para crianças e adolescentes, além de saber quando as doses devem ser aplicadas, veja a cartilha desenvolvida pela Unimed.

Cuidar de você. Esse é o plano.