Voltar

Festa Junina na Terapia Renal leva alegria aos pacientes

Festa Junina na Terapia Renal leva alegria aos pacientes

Momento contou com músicas e comidas típicas e animou a todos os presentes

Festa Junina na Terapia Renal leva alegria aos pacientes

Momento contou com músicas e comidas típicas e animou a todos os presentes

13 Junho 2019

Os pacientes atendidos no serviço de Terapia Renal, do Unimed Hospital São Domingos (UHSD), tiveram uma manhã especial nesta semana, numa ação promovida pelos colaboradores: a tradicional festa junina. Além de alegria e muita descontração, a atividade contou com chocolate quente, pipoca, bolo, doces típicos e a presença de um sanfoneiro, que animou o ambiente. Pacientes e enfermeiros dançaram e se vestiram à caráter. 

A humanização é o ponto principal do evento, que tem o apoio do Comitê de Humanização do UHSD. Para a enfermeira Carina Michele Ozana, a festa promove a interação entre os pacientes e a equipe multiprofissional.. “Foi gratificante ver a alegria deles com o arraiá. Essas comemorações são excelentes oportunidades para confraternização e integração”, disse. “Momento ímpar para comemorar e celebrar a vida, apesar das dificuldades”, completou.

Além da festa junina, outras atividades são promovidas em datas comemorativas. “Sempre fazemos ações nestas ocasiões e, neste ano, não poderia ser diferente. Assim, fortalecemos diariamente o trabalho em equipe. O apoio dos colaboradores é fundamental para a organização do arraiá”, disse a nefrologista Luciana Stuchi Devito Grisotto, responsável pela Terapia Renal e cooperada da Unimed Catanduva.

O envolvimento da equipe multidisciplinar nas atividades traz impacto positivo aos colaboradores também, como para a técnica de Enfermagem, Elis Regina Magrini Monteiro. De acordo com ela, é prazeroso saber que leva alegria aos pacientes, o que dignifica ainda mais o seu trabalho. “Nos alegramos com a felicidade dos pacientes. É por isso que gosto de vir à caráter, para animá-los ainda mais”, disse.

O que eles acham?
“Eu acho legal conhecer o pessoal, tem um café diferente. Gosto do achocolatado e da pipoca.” - Eduardo Colombo Ferrari, 22 anos. Faz o tratamento há nove anos.

“É a primeira festa que participo. É gostoso ver a animação do pessoal aqui da Terapia Renal. Venho três vezes por semana e é sempre essa alegria, que faz até falta quando não venho.” - Miguel Sampaio. Faz o tratamento há um ano.

“É bem divertido porque descontrai, já que não ficamos apenas nas máquinas. O arraiá é gostoso porque tem pipoca e como se divertir, com brincadeiras e sorteio de brindes.” – Welisson Carlos da Silva, 27 anos. Faz o tratamento há três anos.


Fonte: Ariane Godoi | Unimed Catanduva