Voltar

Saúde masculina: prevenção é o segredo para uma vida mais longa

Saúde masculina: prevenção é o segredo para uma vida mais longa

Saúde masculina: prevenção é o segredo para uma vida mais longa

18 Novembro 2020

Depois de uma intensa campanha de orientação para o diagnóstico precoce do câncer de mama, chegou a vez do câncer de próstata, cuja conscientização para o cuidado preventivo é reforçada durante o mês de novembro. O assunto é importante e delicado, principalmente porque a maioria dos homens não tem o hábito de ir ao médico com frequência.

Além disso, em razão da pandemia, 55% dos homens acima de 40 anos não foram ao médico em 2020. Os dados são de uma pesquisa publicada pela Sociedade Brasileira de Urologia (SBU).

O mês de conscientização e prevenção ao câncer de próstata também está para desmistificar os preconceitos acerca do exame. “Os homens devem perder o preconceito de fazer o exame retal. É um exame rápido e essencial para tratar um possível câncer, em caso de detecção em estágio inicial”, explicou o urologista Carlos Alberto Lang Ferreira, cooperado da Unimed Catanduva.

Outro exame que alerta para uma possível alteração na próstata é o PSA, feito por meio do exame de sangue. Caso o exame aponte para alguma lesão, o paciente faz uma biópsia e é encaminhado para a ressonância magnética, exames que determinam o diagnóstico.

Ainda de acordo com o urologista, se o câncer for identificado em fase inicial, as chances de cura são de 90% para o paciente. “Quando identificamos o câncer em seu estágio inicial, temos um alto índice de sucesso para cura. Em casos avançados, essa chance cai de forma drástica, sendo necessário a cirurgia ou tratamento paliativo”, completou.

O cooperado ainda alertou que os índices de casos de câncer de próstata aumentam a cada ano, sendo o segundo tipo de câncer que mais mata homens. São 70 mil novos casos e 13 mil mortes ao ano por câncer de próstata.

 

Quando fazer?

Os exames preventivos podem ser feitos em homens a partir dos 50 anos. Homens que tem históricos de câncer na família, principalmente casos de câncer de próstata, e homens negros – que apresentam maior incidência para a doença, devem começar a fazer os exames preventivos a partir dos 45 anos.


Fonte: Ariane Godoi | Unimed Catanduva