Voltar

UTI Neonatal do Hospital Unimed preza por qualidade

UTI Neonatal do Hospital Unimed preza por qualidade

Unidade conta com equipe extremamente profissional e especializada

UTI Neonatal do Hospital Unimed preza por qualidade

Unidade conta com equipe extremamente profissional e especializada

7 Outubro 2019


No primeiro semestre do ano, o Hospital Unimed realizou 60 atendimentos na UTI Neonatal. Quando se trata de bebês, principalmente prematuros, o cuidado faz toda a diferença para o desenvolvimento da criança. 

De acordo com o coordenador da UTI Infantil/Neonatal, o intensivista e cooperado da Unimed Catanduva José Marcondes Netto, a unidade é referência na região. “Temos uma equipe extremamente profissional e especializada. Um parque tecnológico de ponta e suporte de retaguarda extremamente competente”, destacou. 


A estrutura física da UTI é composta por dez leitos, sendo sete neonatal, três pediátrico e um de isolamento. Há também quatro leitos semi-intensivos. O local ainda conta com Posto de Enfermagem, sala de equipamentos, DML, expurgo, conforto médico e sala de prescrição médica.



Os 60 atendimentos realizados na medicina intensiva neonatal foram de crianças prematuras em virtude de gestações de alto risco. Cada uma ficou, em média, 15 dias internada.

Para garantir o melhor desenvolvimento dos pequenos, o hospital conta com uma equipe multiprofissional: cinco médicos, quatro enfermeiros, uma coordenadora de Enfermagem, 16 técnicos de Enfermagem e uma secretária. Há também o serviço de nutricionista, dentista, fisioterapeuta, higienização, fonoaudióloga, serviço social e psicóloga.

“Fiquei surpreso com o atendimento de toda equipe da UTI. Foram maravilhosos com meu filho. Até mesmo no auxílio com minha esposa (Marlé) na amamentação”, disse o adestrador de cães Wilton Francisco Napoli Júnior, pai de Davi, nascido no dia 25 de setembro.

Para a mamãe de Enzo, Gisele Andréa Stuchio Pereira, o sentimento não é diferente. “Sei que ele está sendo muito bem cuidado, não há o que reclamar. Sempre esclarecem todas as dúvidas que tenho”, disse.

SAIBA 
Segundo estudo apresentado pelo Fundo das Nações Unidas (Unicef) e a Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2018, 30 milhões de bebês nasceram prematuros no mundo. 
 


Fonte: Patrícia Santos / Unimed Catanduva