Voltar

Enquete Unimed COP: A mulher X O mercado de trabalho

Enquete Unimed COP: A mulher X O mercado de trabalho

Enquete Unimed COP: A mulher X O mercado de trabalho

Data: 03/04/2018

No mês de março, celebramos a força e o empoderamento feminino que cresce todos os dias com mais intensidade, graças ao espaço que as mulheres têm ganhado na sociedade, na política e, principalmente, no mercado de trabalho. Repleto de protestos, polêmicas e discussões para acabar com a desigualdade de gêneros, o dia 8 de março destaca-se pela luta da mulher para garantir seus direitos.
 
Em tempos de crise e índices elevados na taxa da população desempregada no Brasil, o mercado de trabalho e as ofertas de emprego são atrativos e acarretam em um número demasiado de pessoas presentes nas entrevistas de emprego. As mulheres, além dessa dificuldade, enfrentam outras a partir do momento que ingressam no novo emprego, como a desigualdade salarial, de gênero, das funções, entre outras. Pesquisas apontam que o percentual de mulheres ativas economicamente no mercado de trabalho é igual à 43,3%. 
 
Para comprovar essa divergência presente nas fábricas, no comércio e em outras empresas, a Unimed COP realizou uma enquete abordando alguns pontos de vista dos internautas em relação à atuação feminina no trabalho. Após o término dessa pesquisa, foi observado que 57% dos internautas identificaram uma maior presença e liderança da mulher em diversos setores, antigamente ocupados, em maioria, por homens. Do público participante da enquete, 37% conseguiram visualizar a presença da mulher no mercado de trabalho, mas com uma diferença salarial destacada. Os outros 6%, não conseguem enxergar a atuação da mulher em muitos setores do mercado de trabalho, sendo elas uma minoria, principalmente nos cargos de liderança.
 
 
A partir dos resultados da enquete, tira-se a conclusão de que a maioria das pessoas têm observado uma maior atuação das mulheres em diversos setores no mercado de trabalho e, também, assumindo a responsabilidade de cargos de liderança. Porém, há uma divergência salarial nítida entre homem e mulher, o que não favorece na igualdade entre os gêneros, ainda que, ambos exerçam a mesma função. 
 
Para comemorar o dia da mulher, nós da Unimed COP prestamos nosso agradecimento, pelo esforço e pelo desempenho no trabalho. Nossas gratificações permanecem além da data dedicada à todas as mulheres, ainda que haja dificuldades, tabus a serem vencidos e problemas para serem resolvidos.