Voltar

Radioterapia do Hospital Unimed Bauru realiza primeiro procedimento de Braquiterapia Ginecológica

Radioterapia do Hospital Unimed Bauru realiza primeiro procedimento de Braquiterapia Ginecológica

Vários profissionais acompanharam o procedimento

Radioterapia do Hospital Unimed Bauru realiza primeiro procedimento de Braquiterapia Ginecológica

Vários profissionais acompanharam o procedimento

20 Janeiro 2021

O setor de Radioterapia do Hospital Unimed Bauru realizou o seu primeiro procedimento de Braquiterapia Ginecológica no último dia 12 de janeiro. Trata-se de uma modalidade de tratamento na qual um ou mais cateteres com fonte de radiação são inseridos dentro da área a ser tratada ou junto a ela. “Isso garante altas doses de radiação em lesão ou cicatrizes em poucas aplicações”, afirma a médica radio-oncologista da Unimed Bauru, Tatiana Taba Fusizaki Nakandakare.

Foto: Divulgação/Unimed Bauru

De acordo com ela, a braquiterapia é utilizada principalmente para tratar tumores ginecológicos, tanto como reforço ao tratamento de radioterapia externa como tratamento exclusivo pós-operatório. “O paciente tem condições de continuar com suas atividades diárias após o tratamento, que pode ser aplicado no setor de radioterapia mesmo, sem necessidade de centro cirúrgico”, ressalta a médica.

A Braquiterapia HDR faz parte das inovações apresentadas pelo setor de Radioterapia do Hospital Unimed Bauru, que vem investindo no seu parque tecnológico e no treinamento de seus profissionais para oferecer aos beneficiários tratamentos inovadores e seguros.

Dr. Cazuo Arakawa - Médico Radio-oncologista, Cristiane Pereira – Dosimetrista, Bruno Roque - Fisico Médico, Dra. Tatiana Taba Fuzisaki Nakandakare - Médica Radio-oncologista e Dr. Geovanne Pedro Mauro, Médico Radio-oncologista HCFMUSP e COC Campinas e professor de Medicina na UNINOVE. Foto: Divulgação/Unimed Bauru

O primeiro procedimento foi acompanhado pelo médico Geovanne Pedro Mauro, radio-oncologista com Doutorado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP/ICESP) e professor de Braquiterapia. Além disso, também estão à disposição dos pacientes as seguintes técnicas:

2D (Radioterapia convencional): Planejamento direto no Acelerador Linear para casos menos complexos, sem a utilização de programa computacional

3D (Radioterapia Conformacional): Planejamento realizado através de Tomografia Computadorizada e software computacional

IMRT (Radioterapia de Intensidade Modulada): Modula a fluência do feixe para melhorar a conformação de dose na região de tratamento e minimizar dose em tecidos sadios.


Rose Araujo

Fonte: Unimed Bauru