Voltar

Unimed Botucatu e prefeitura assinam acordo

Unimed Botucatu e prefeitura assinam acordo

Leitos da cooperativa serão utilizados caso os do HC Unesp forem insuficientes

Unimed Botucatu e prefeitura assinam acordo

Leitos da cooperativa serão utilizados caso os do HC Unesp forem insuficientes

27 Maio 2020

A Unimed Botucatu e a prefeitura local assinaram na sexta-feira (15/05) um acordo de parceria para atender pacientes com Covid-19 durante o estado de emergência e fase mais crítica da epidemia no país. Pelo acordo, a Prefeitura de Botucatu contrata 150 diárias de UTI e 150 diárias de enfermaria (mensais) do Complexo Hospitalar da Unimed para tratamento exclusivo de pacientes suspeitos ou positivos para Covid-19.

As diárias serão utilizadas em casos extremos, quando os leitos do HC Unesp forem insuficientes, se houver disponibilidade de leitos na Unimed e somente para o atendimento de munícipes botucatuenses. O acordo prevê que só haverá pagamento se houver a utilização da estrutura.

“A Unimed Botucatu estudou sua demanda e sua capacidade e está certa de que é possível atender todos os seus beneficiários e ainda socorrer, se for necessário, a rede municipal, para que os botucatuenses tenham acesso ao tratamento adequado para a nova doença”, avaliou o presidente da Unimed Botucatu, Dr. Walfrido Jackson Oberg.

A cooperativa, com a inauguração de seu segundo hospital na cidade (em 07/03/2020) praticamente dobrou sua capacidade de atendimento e criou fluxos e protocolos de atendimento a síndromes gripais que garantem segurança para os pacientes, inclusive com outras doenças que não provocadas pelo Covid-19.

A Unimed também reforçou seus suprimentos de EPIs (máscaras, luvas, álcool gel, etc), manteve a equipe treinada, adquiriu mais respiradores (já nas unidades) e está preparada para a situação de pandemia.

O Complexo Hospitalar tem ainda capacidade para aumento de leitos diferenciados para atendimento específico de Covid-19 e pode readequar sua capacidade, caso isso seja ainda necessário. “A Prefeitura só irá desembolsar qualquer custeio se realmente for necessário utilizar este serviço, que também pode ser expandido em 50%”, disse o prefeito Mário Pardini, que trabalha também numa segunda frente, junto a governo do estado, solicitando recursos para a ampliação de leitos no Hospital das Clínicas.

Ao centro, de jaquetas escuras, o prefeito Mario Pardini e o presidente da Unimed Botucatu, Dr. Walfrido Oberg, com os diretores administrativo, comercial e de educação e desenvolvimento, e o secretário de saúde do município, Dr. André Spadaro. Foto: Divulgação/Unimed Botucatu

 

Hoje, são 16 leitos de UTI destinados para o atendimento da Covid-19, mas a unidade atende toda a região. Na assinatura do contrato com a Unimed Botucatu, a taxa de ocupação da UTI do HC era de 75%.

“Agradeço a importante parceria da Unimed através do Dr. Walfrido Oberg, Dr José Teodoro Tonete, Dr. Danilo Viani Jr., e Dr. Noé De Marchi, o apoio sempre fundamental do Deputado Fernando Cury, e o trabalho incansável de todos os funcionários da Unimed, do Hospital das Clínicas e da Unesp de Botucatu”, pontuou o prefeito.

 


Solange Serafim

Fonte: Unimed Botucatu