Unimed Centro - RS promoveu debate sobre o câncer no Sindilojas

Unimed Centro - RS promoveu debate sobre o câncer no Sindilojas

29 Maio 2014
A 6ª Jornada de Qualidade de Vida da Unimed Centro-RS levou no dia 29 de março cerca de 100 pessoas ao auditório do Sindilojas para acompanhar as palestras sobre câncer ministradas pelo médico Sören Sutmöller, pela nutricionista Gladis Seefeld e pela psicóloga Mariangela Feldmann. Estudantes, idosos e cachoirenses que já enfrentaram o câncer acompanharam as dicas dos profissionais para a prevenção aos tumores.



O diretor médico do Espaço Vida da Unimed, Dênis Pfeiff, ressaltou que a jornada foi importante para desmistificar o câncer e mostrar que atualmente a grande maioria dos casos de tumores tem cura. Para isso, é preciso mudar os hábitos de vida, cuidar melhor da alimentação e deixar de lado o sedentarismo.



O oncologista Sören alertou que é preciso cada vez mais as pessoas estarem em busca de informações sobre o câncer. "A cada 10 pessoas, sete terão um tipo de câncer", ressaltou. Para diminuir os casos, o médico salientou que é preciso praticar uma atividade física, com uma simples caminhada, ter uma alimentação correta e controlar a obesidade. "É possível reduzir em 30% as chances de câncer só observando esses fatores. Ainda há o tabagismo e o etilismo. Fumar e beber aumentam as chances de desenvolver tumor", explicou.



Sören lembrou que é importante fazer os exames preventivos, como os de mama e de próstata. "Se a mãe teve câncer de mama, por exemplo, as filhas devem iniciar a fazer os exames 10 anos antes da idade de quando a familiar teve diagnosticado o tumor", orientou o profissional.



Alimento - A nutricionista Gladis abordou aspectos sobre alimentos protetores e outros que potencializam o surgimento do câncer. "A pessoa precisa manter o peso ideal e consumir alimentos com ações protetoras, como frutas, verduras, legumes e peixes. Por outro lado, é preciso evitar alimentos que contribuem para o aumento dos índices de câncer, como gorduras, defumados, embutidos e conservados com sal. Refrigerantes e sucos artificiais também devem ser evitados. É importante também não fumar e evitar beber com exagero", acrescentou Gladis, que também orientou sobre as dietas adequadas a serem observadas nos pacientes com câncer para evitar a desnutrição.



A psicóloga Mariangela Feldmann abordou sobre os aspectos emocionais do paciente oncológico. A profissional ressaltou que é importante que o paciente ao receber o diagnóstico aceite a doença e tenha o apoio da família. "O incentivo dos familiares, dos amigos e da sua rede social ajuda a elevar a autoestima do paciente. É preciso ter vontade de lutar contra a doença e o familiar terá um importante papel nesse processo", completou Mariangela.



O que disse



"Tivemos 140 inscritos na jornada. O tema abordado escalareceu muitas dúvidas, além de trazer novidades relacionadas em tratamento e diagnóstico da doença. Foi aberto espaço para perguntas, foi muito bem aproveitado e muitas dúvidas foram sanadas. Para 2015, os participantes sugeriram novos temas , que serão estudados e um deles será escolhido para a 7ª Jornada da Qualidade de Vida"



Dênis Pfeiff, diretor médico do Espaço Vida.

Enfermeira Luciane, Dênis, Mariangela, Sören, Gladis e presidente Roger Souza: temas esclarecedores sobre os tumores.





Kamila Mayara Campos Santos