Voltar

Unimed Chapecó faz doação para Casa de Acolhida

Unimed Chapecó faz doação para Casa de Acolhida

Unimed Chapecó faz doação para Casa de Acolhida

26 Agosto 2019

A Unimed Chapecó fez uma doação financeira para a Casa de Acolhida João Piltz, que contribuirá para aquisição de painéis solares. O termo de recebimento e responsabilidade para repasse de recursos foi assinado, na última sexta-feira (23), na sede da instituição situada na rua São João, no Centro do município.

A Casa de Acolhida oferece acolhimento de até 36 pessoas, sendo pacientes que estão em tratamento médico e seus acompanhantes. O serviço é gratuito e os beneficiários são encaminhados pela assistência social dos hospitais ou pelo setor de saúde pública. A permanência é definida pelo médico responsável pelo tratamento. Atualmente, são atendidas pessoas da área de abrangência que compreende Fraiburgo até Dionísio Cerqueira. 

A coordenadora da Casa de Acolhida João Piltz, Maria Marlene Ost, enalteceu que a doação de recursos representará uma redução no custo fixo mensal da energia elétrica. “A Unimed Chapecó fez uma doação única, porém para nós representa uma doação mensal, com a redução de 25% no custo da energia”, explicou. 

O trabalho realizado pela Casa de Acolhida tem como ênfase o suporte físico, emocional e espiritual, para que os pacientes se motivem e lutem pela vida, por isso além do alojamento e das refeições, são desenvolvidas dinâmicas sobre saúde, reciclagem, garantia de direitos, além do suporte religioso e acompanhamento odontológico. “Nossa intenção é que eles olhem a vida de maneira diferente, revejam conceitos e passem a reescrever sua história. Nosso trabalho é muito gratificante, podemos dizer que temos um cantinho do céu em Chapecó, que é cuidado por Deus”, relatou Ost.

A assistente social da Casa de Acolhida, Vanete Tonial, relata que muitos pacientes afirmam que sua vida melhorou depois do câncer e da passagem pela casa. “Os familiares confirmam essa transformação na maneira de viver e de que há algo especial neles. O que ocorre é uma restauração, não apenas na saúde, mas de aceitação pessoal e de relacionamento com Deus e suas famílias”, explicou. 

De acordo com a analista de desenvolvimento e eventos da Unimed, Silvia de Spindula, um dos princípios da cooperativa médica é estar presente na comunidade com ações que contribuam para melhoria da qualidade de vida das pessoas. Outras ações estão em planejamento para ampliar a contribuição da Unimed com a Casa de Acolhida. A auxiliar administrativa do setor de sustentabilidade da Unimed, Rafaela Teo Balsi, antecipa a realização de orientações sobre a importância da higiene das mãos, técnicas de alongamento e esclarecimento de dúvidas com fisioterapeuta. 

A empresa Renovigi Energia Solar também contribuiu com a doação de painéis solares e a instalação dos equipamentos.

Casa de Acolhida 
A Casa de Acolhida João Piltz é uma entidade filantrópica, que desde 1959 desenvolve diversos serviços sociais. A partir de 2017 adequou sua atuação, que está voltada ao acolhimento do público em tratamento de saúde e seus acompanhantes, com a oferta de alojamento, quatro refeições diárias e serviços de assistência social e psicológica. 
Os serviços são mantidos por meio de doações de pessoas físicas e jurídicas, vendas de bolos e doces produzidos pela equipe da Casa de Acolhida, brechó, rifas e recursos de eventos beneficentes. Os interessados podem colaborar com contribuição espontânea em dinheiro ou alimento. 
Entre os próximos investimentos necessários estão: revestir os colchões, construção de casa do gás e adequação de estrutura para atendimento na casa dos imigrantes, voltada ao encaminhamento social e ao mercado de trabalho.

Evento beneficente
A Casa Abrigo promove no sábado 7 de setembro, às 19h30, o Festival de Massas, no Salão da Catedral Santo Antônio. O cardápio inclui festival de massas com galeto e saladas. O ingresso custa R$ 30,00 e pode ser adquirido na sede da instituição. A programação também contempla desfile de moda. O valor arrecadado será destinado para a reforma da casa dos imigrantes.