Voltar

Saúde Mental durante o isolamento social - Julho/2020

Saúde Mental durante o isolamento social - Julho/2020

Saúde Mental durante o isolamento social - Julho/2020

27 Julho 2020

Com o avanço da pandemia do Covid-19 pelo mundo e a proliferação do vírus pelo Brasil, o isolamento social se mostra uma medida cada vez mais necessária. Campanhas como o #ficaemcasa têm ganhado força nas redes sociais e, dia após dia, empresas estão aderindo ao home office, estabelecimentos comerciais fechando e aulas sendo suspensas. Porém, como é possível cuidar da saúde mental com tantas notícias negativas e a necessidade de se manter isolado socialmente?

Evite o bombardeio de informações

A internet, as redes sociais e os grupos de WhatsApp estão abarrotados de informações sobre o novo coronavírus e, infelizmente, há muita informação falsa percorrendo em rede. Esse excesso de conteúdo pode ocasionar um estado mental de constante alerta, prejudicando o relaxamento e capacidade de discernimento. Por isso, evite o excesso, consulte canais oficiais, assista ou leia o jornal uma vez ao dia.

Evite a vitimização

O momento atual de isolamento é necessário para um bem maior: o cuidado com a saúde de todos para conter a proliferação do novo coronavírus. Por isso, evite pensamentos vitimistas, achando que o fato de estar isolado é algo ruim, punitivo. Lembre-se que se trata de uma situação temporária em prol de uma causa justa.  

Evite sentir-se só

Existe uma diferença entre solidão e solitude e ambos esses sentimentos transitam entre as pessoas que precisam se isolar neste momento. A solitude é uma calma interior, a solidão é um vazio interno que pode potencializar a depressão. Por isso, é essencial utilizar diversos recursos, tecnologia, jogos, brincadeiras, leitura, dança para se fazer ativo e presente. Ligue para os amigos e familiares, faça videoconferências, mande mensagens. Ninguém está só!

Evite a desorganização do seu tempo

 Você tem propósitos e missões diárias e tentar manter a agenda pode parecer confuso nessa fase de mudança da sua rotina. Mas, é possível fazer home office seguindo alguns hábitos do seu dia: 

- Organize seu local de trabalho: Escolha um canto tranquilo da casa para colocar o computador e outros acessórios de que precise. Mantenha o local sempre organizado e limpo. Caso você fique no quarto, evite trabalhar na cama: é ruim para a coluna e prejudica sua produtividade.

- Mantenha uma rotina regular: Em casa, é fácil se distrair, por isso é preciso seguir a mesma rotina que tinha no local de trabalho: acordar e dormir no horário habitual, colocar roupa (pois é, tem de tirar o pijama!), organizar a agenda do dia e manter o foco. Evite almoçar em frente ao computador e encaixe pequenas pausas de descanso durante a jornada.

- Separe um tempo para seu bem-estar: Estar em isolamento social pode trazer um pouco de angústia, sobretudo para quem mora sozinho, e é preciso alguns dias para se adaptar à nova rotina. Uma maneira de preservar o bem-estar é investir um tempo para relaxar a mente, alongar o corpo ou até fazer uma atividade física mais intensa.

- Termine o expediente no horário certo: Quando trabalham em casa, é comum as pessoas não verem a hora passar. Mas é importante que as atividades sejam encerradas sempre no mesmo horário para sobrar tempo para as questões pessoais e as tarefas domésticas.

 

Fontes: Unimed Paraná