Cuidados na gravidez podem interferir na saúde do filho no futuro

Alguns cuidados durante a gestação podem ajudar a evitar doenças na vida adulta do filho

Cuidados na gravidez podem interferir na saúde do filho no futuro

Alguns cuidados durante a gestação podem ajudar a evitar doenças na vida adulta do filho

A saúde de uma pessoa pode ter a interferência de vários fatores, inclusive do que acontece na infância e na fase intra-uterina. Por causa disso, o período gestacional e os cuidados com o desenvolvimento da criança merecem atenção especial por parte dos pais, que podem exercer grande influência para aumentar as chances de o filho ser um adulto saudável.

Estudos demonstram que algumas doenças que afetam adultos e idosos podem ter origem ainda no período fetal e nos primeiros anos de vida, como o Diabetes e a aterosclerose. Além disso, o bebê pode nascer com maior predisposição para ter problemas de saúde se a condição clínica da mãe durante a gravidez não for boa- infecções ou hipertensão mal controlada na gestação, por exemplo,  tendem a prejudicar a oxigenação e nutrição do feto.

O bem-estar emocional da gestante também é fundamental para o adequado crescimento e desenvolvimento do bebê no útero, que, a partir da 6ª semana de gravidez, já demonstra ser capaz de captar as emoções que acompanham as vozes dos pais. A boa saúde psicológica da mãe ajuda a evitar o baixo peso ao nascer, hiperatividade e futuros distúrbios psíquicos na criança.

Alimentação na infância também influencia

Outros fatores que podem ser controlados até certo ponto pelos pais também afetam a saúde do filho, como a alimentação. Até os dois anos de idade os pais ainda decidem o que os filhos vão comer, podendo evitar que eles ingiram alimentos muito gordurosos, calóricos ou industrializados, que elevam os riscos de excesso de peso, hipertensão e colesterol alto.


Unimed Costa Oeste

Fonte: Viver Bem - Unimed Brasil