Guia de boas práticas para uma consulta eficaz

Guia de boas práticas para uma consulta eficaz

10 Junho 2019

Algumas atitudes que podem facilitar o atendimento e diagnóstico

  1. Agende sua consulta com antecedência

Protelar o agendamento de uma consulta pode atrasar um diagnóstico e a efetividade de seu tratamento.

  1. Fique atento ao horário. Chegue para sua consulta antes do horário agendado

Chegue com antecedência para fazer seu cadastro e assim não atrasar na hora do atendimento. Isso irá agilizar seu atendimento e fará com que o médico não atrase os demais pacientes.

  1. Leve os exames já realizados

É muito importante levar todos os exames que realizou nos últimos meses, pois isso irá evitar que seu médico solicite novos exames tardando o diagnóstico.

  1. Sumário de Alta

 Caso tenha tido algum internamento prévio, levar junto o sumário de alta para auxiliar no diagnóstico e conduta médica.

  1. Faça uma lista com os medicamentos que você toma

Antes de ir para consulta, faça uma lista com todos os medicamentos que está tomando ou leve-os junto para que possa apresentar ao médico, assim ele poderá verificar a necessidade de incluir novos medicamentos, suspender algum ou mesmo ajustar as doses. Outra vantagem de levar a lista é avaliar as drogas que não podem ser prescritas juntas, pois uma pode alterar o efeito da outra.

  1. Informe ao médico seu histórico familiar

Relate ao médico se possui em sua família histórico de Diabetes, hipertensão, alguns tipos de câncer como o de mama e o de intestino, principalmente se forem parentes de primeiro grau, pois aumentam os riscos.

  1. Leve seus diagnósticos anteriores

Assim como o histórico familiar, o histórico particular também é muito importante para que o médico possa analisar melhor o paciente. Você deve sempre contar se tem qualquer doença crônica ou alergia, não esqueça nenhuma informação, se for necessário leve essas informações por escrito para facilitar. Um diagnóstico adequado depende das informações corretas e completas que você irá repassar ao profissional.

  1. Usar roupas confortáveis

Use roupas leves e confortáveis, pois facilitará caso seja necessário a realização de algum exame.

  1. Se necessário leve um acompanhante

Pacientes idosos, crianças ou portadores de alguma necessidade especial devem sempre estar acompanhados por um adulto responsável para melhor discernimento e conhecimento para seguir as orientações médicas.

  1. Informe todos seus sintomas ao médico

Faça uma lista dos sintomas que você está sentindo, isso irá facilitar muito o diagnóstico médico. Informe a data aproximada de quando os sintomas começaram; a localização da dor se for o caso; fatores que causam, agravam e aliviam os sintomas; tempo de duração das sensações e fatores associados ao sintoma.

  1. Esclareça todas as suas dúvidas

O paciente nunca deve se ausentar do consultório com dúvidas com relação ao seu diagnóstico, o tratamento proposto e principalmente com os medicamentos que lhe foram receitados. Para um tratamento com bons resultados todo orientação médica deve ser seguida de forma adequada.

Portanto, antes de sair do consultório faça todas as perguntas que julgar necessário para seu melhor entendimento e já pergunte ao seu médico quando deverá retornar.

 


Gestão da Rede Prestadora

Fonte: Unimed Costa Oeste