Prepare-se para a consulta eletiva


Para aproveitar a consulta eletiva de forma eficaz, o melhor é ser organizado, ter informações em mãos e planejar quando ir ao médico.

 

- Programe anualmente as suas consultas com especialistas;

 

- Agende com antecedência e se organize;

 

- Antes da consulta, faça anotações com dúvidas, sintomas e doenças familiares;

 

- Leve os exames anteriores, independente se você acha que tem alguma relação ou não, pois, eles podem ser úteis para um novo diagnóstico;

 

- Tire todas as dúvidas com o médico antes de terminar a consulta;

 

- Anote as orientações do médico para não esquecer informações importantes.

 

 

E por falar nisso, você sabe o que é Urgência e o que é Emergência?

 

Emergência é tudo aquilo que implica em um risco potencial de morte, que deve ser diagnosticado e tratado rapidamente. Alguns exemplos são: corte profundo, acidente de origem elétrica, picada ou mordida de animais peçonhentos, queimadura, afogamentos, hemorragias (sangramentos excessivos), infarto, dificuldade de respirar, Acidentes Vasculares Cerebrais (AVC) ou Encefálicos (AVE) ou seus sintomas, como perda de função ou dormência de braços e pernas, desmaios, intoxicações alimentares ou por medicamentos, reação alérgica grave, febre muito alta e convulsões e etc.

 

Já a Urgência é uma situação clínica sem risco de morte, mas que se não for tratada, pode evoluir para complicações graves. Alguns dos casos mais comuns são as fraturas, luxações, torções, crises de asma brônquica, feridas causadas por compressão sem grandes hemorragias, crises de transtornos psiquiátricos, dor abdominal persistente e forte, febre maior que 38 graus, mais de um episódio de vômito em até 12h e, em caso de idosos, retenção urinária.