Voltar

Oficina reforça a importância do aleitamento materno e ensina técnicas para ordenha e armazenamento do leite

Oficina reforça a importância do aleitamento materno e ensina técnicas para ordenha e armazenamento do leite

Oficina reforça a importância do aleitamento materno e ensina técnicas para ordenha e armazenamento do leite

9 Setembro 2019

A promoção do aleitamento materno exclusivo até o sexto mês de vida do bebê é um dos objetivos do Programa Mãe Coruja, desenvolvido pelo Núcleo de Medicina Preventiva da Unimed Cuiabá – O Viver Bem. Como parte das atividades, foi realizada na última terça-feira (03) a oficina “Ordenha e Armazenamento do Leite Materno”, com o intuito de orientar gestantes e mães com bebês de até seis meses sobre como manter o aleitamento no momento de voltar ao trabalho ou estudos, após a licença maternidade.

A oficina foi ministrada pela médica pediatra e neonatologista Fernannda Pigatto, que conversou com as mães presentes sobre a importância do aleitamento materno para o desenvolvimento saudável do bebê e esclareceu dúvidas sobre o ato de amamentar. “Tudo o que o bebê precisa para crescer de maneira adequada nos primeiros seis meses de vida está presente no leite materno. Não precisa dar água, suco, chá, mais nada. Tem tudo no leite. Depois dos seis meses, recomendamos o aleitamento materno complementado até os dois anos de vida", orientou a médica.

Entre os benefícios do leite materno apontados pela especialista estão a redução de 13% na taxa de mortalidade por causas evitáveis em crianças menores que 5 anos, a prevenção de doenças crônicas na vida adulta, fortalecimento do sistema imunológico e reforço no desenvolvimento de todos os sistemas do corpo. “Estudos demonstram que a gordura especial do leite materno ajuda no desenvolvimento neurológico e está relacionado ao aumento do QI das crianças”, completou.

Durante a oficina também foram demonstradas as técnicas de extração e armazenamento do leite materno, com orientações da médica especialista e exercícios práticos coordenados pela equipe de enfermagem do Mãe Coruja.  Diversas dicas para facilitar a rotina da mãe nesse período foram oferecidas, como a melhor maneira de preparar o material e o ambiente para a ordenha, o tipo de frasco ideal para a coleta do leite, como esquentar o leite na hora de oferecer para o bebê e outras, visando desmistificar esse processo e dar segurança às mães.

“É importante lembrar que não existe leite fraco, existe técnica inadequada de amamentação. Com orientação e prática, a amamentação acontece naturalmente, sem dores ou incômodos. A ordenha também não deve doer e, se realizada de maneira adequada, facilita muito o dia a dia da mãe”, reforçou a Dra. Fernannda Pigatto. Todas as mães presentes ganharam potinhos personalizados do Programa Mãe Coruja para armazenamento do leite materno.

Cuidado integral e acompanhamento – Além das oficinas educativas que aliam teoria e prática orientadas por profissionais especializados, o Programa Mãe Coruja oferece outros serviços gratuitos para beneficiárias Unimed Cuiabá. Entre eles o Home Baby, com visitas domiciliares da equipe de enfermagem para assessoria ao aleitamento materno nos primeiros quinze dias de vida do bebê.

“O nosso objetivo maior é a assistência e o acompanhamento das gestantes para que elas tenham um pré-natal de qualidade, com controle de peso, atividade física orientada e alimentação balanceada, e um pós-parto tranquilo, garantindo a o aleitamento materno exclusivo até os seis meses de vida. Para isso, oferecemos toda essa estrutura e equipe multiprofissional para dar o apoio que essas mães precisam, tudo aqui dentro do Espaço Cuidar, sem nenhum custo adicional para elas.”, explicou a coordenadora médica do Programa Mãe Coruja, Dra. Andressa Modanezi.

Para mais informações sobre o programa, entre em contato pelos telefones (65) 3612-8848/8849 ou acesse https://www.unimed.coop.br/web/cuiaba-viver-bem/home.