Voltar

Prevenção contra a contaminação, mais importante do que nunca

Prevenção contra a contaminação, mais importante do que nunca

Prevenção contra a contaminação, mais importante do que nunca

21 Dezembro 2020

A médica infectologista do Pronto-Atendimento e coordenadora de Ações Contra a Covid da Unimed Cuiabá, Dra. Giovana Volpato, alerta para a importância da prevenção contra a contaminação do Coronavírus, em momento em que novos casos começam a aumentar novamente alertando os profissionais de saúde para uma possível segunda onda da doença que já vitimou mais de 170 mil brasileiros.

“Enquanto as vacinas contra a Covid não estão disponíveis, as precauções devem prevalecer. Os casos vêm aumentando semanalmente e uma segunda onda de contaminação pode acontecer. Temos que manter nosso foco na prevenção, principalmente durante as festividades de fim de ano. A pandemia não acabou”, enfatiza a médica.

As principais orientações para o combate à Covid-19 continuam eficazes:

 1- Valorize os sintomas respiratórios, mesmo que leves, pois pode ser COVID-19.

2- Com sintomas respiratórios (coriza, febre, dor de garganta, tosse), procure um médico e busque diagnóstico. Caso esteja sintomático, trabalhe em home office e, em casa, pratique o isolamento;

3- Se você sai de casa e circula em locais com mais pessoas, respeite as regras de distanciamento social, especialmente com as pessoas do grupo de risco, evitando aproximação e mantendo sempre o uso da máscara;

4- Pessoas idosas têm buscado Pronto Atendimento apenas para se informar. Para evitar isso, compartilhe as informações disponíveis e inclusive oriente visita a locais de atendimento médico, só se houver sintomas.

5- Casos de reinfecção são uma realidade, mesmo se você já foi contaminado com o Coronavírus, mantenha os cuidados de segurança. 

6- As festas de natal e ano novo estão chegando, se você pretende se reunir com pessoas de mais idade ou grupo de risco, coloque-se em isolamento desde já, para um evento seguro.  

7- Nas festividades natalinas e de fim de ano, devem ser garantidas as medidas de segurança: distanciamento entre as pessoas, uso de máscara e higienização das mãos.

8- O período de quarentena para quem teve contato com pessoa diagnosticada com Covid-19 continua sendo de 14 dias. Pessoa diagnosticada com Covid-19, pode sair do isolamento após o 10º dia, se nas últimas 24 horas não houver mais sintomas. Se os sintomas persistirem, a saída do isolamento tem que ser liberada pelo médico.


Marcia Marafon - Assessoria