Voltar

O outro lado

O outro lado

Procurar um lado positivo das coisas pode ser uma boa alternativa em situações difíceis

O outro lado

18 Fevereiro 2010
O trânsito insuportável, a lentidão na fila do caixa do supermercado e o mau-humor do chefe são motivos suficientes para configurar um dia péssimo, certo? Para muitas pessoas, sim, mas é possível encarar essas situações de maneira diferente, sem que elas estraguem um dia inteiro que poderia ser agradável. Afinal, já imaginou se os nossos dias dependessem dos outros para serem bons? Não seria justo. Portanto, nada de colocar a culpa no chefe que muitas vezes nem está presente para se justificar.

É fato que as coisas não são sempre como gostaríamos e que nem sempre é fácil encarar numa boa o trânsito caótico dos finais de tarde. No entanto, adotar uma atitude positiva pode valer a pena para não permitir que situações adversas se instalem na rotina e interfiram em seu estado de espírito frequentemente. O congestionamento de carros está grande? Aproveite esse tempo para escutar uma boa música. Isso não resolverá todos os seus problemas, mas provavelmente o deixará mais confortável enquanto aguarda a fila andar.

Tente ver o lado bom do que aparentemente é um problema, diriam os mais otimistas, e essa pode realmente ser a solução em muitos casos, mesmo que, a princípio, não seja fácil adotar tal postura. Imprevistos acontecem, mudanças de planos e alterações no rumo traçado, às vezes, são necessárias. Passar por alguns sufocos pode ajudar a fortalecer e a gerar algum aprendizado que fará a diferença no futuro. O importante é se dar conta de que o ser humano tem capacidade de reorganizar os fatos e sair das situações inesperadas de uma maneira melhor do que consegue imaginar.

Confira mais dicas para ajudá-lo a ter uma atitude positiva:
• não é preciso esquecer os problemas, mas enfrentá-los quando há condições para isso; • preste atenção nos pontos fortes e não somente nas dificuldades;
• lembre-se da história do copo meio cheio ou meio vazio e procure escolher a primeira opção.




Taise Bertoldi

Fonte: Revista Vida Simples e HSM Online – artigo de Rodrigo Gonsales de 26/01/2010.

Conteúdo aprovado pelo responsável técnico-científico do Portal Unimed.


Média (0 Votos)
Avaliar:

COMPARTILHAR:


Cadastre-se para receber novidades e notícias

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso.

 

Uma publicação compartilhada por Unimed (@unimedbr) em