Voltar

Pais e Filhos: hábitos para os pequenos

Pais e Filhos: hábitos para os pequenos

Praticar exercícios físicos entre pais e filhos de forma lúdica é uma ótima maneira de fortalecer os laços familiares e criar boas memórias

Pais e Filhos: hábitos para os pequenos

9 Outubro 2019

Com a vida agitada dos pais durante a semana, tudo que eles mais querem aos finais de semana é parar um pouco e curtir os filhos. Que tal fazer dessa pausa com as crianças um momento diferente, em que pais e filhos se divirtam praticando alguma atividade física juntos? Não que essa modalidade seja para marcar tempo ou desempenho de ambos. O exercício escolhido vai servir realmente para estreitar os laços, seja em uma caminhada, brincando de corrida, jogando bola, soltando pipa, ou simplesmente passeando em um parque, a pé ou de bicicleta. Os especialistas são unânimes em afirmar que vale mais passar pouco tempo ao lado dos filhos com qualidade que a família ficar o tempo todo em casa, apenas dividindo o espaço físico, já que cada um estará em seu mundinho e a sós.

Estimular a prática de atividade física e recreativa ao ar livre ainda traz outro grande e importante benefício: tirar as crianças das telas, seja da TV, do computador, do tablet ou do celular. E é exatamente nesses momentos de parceria e cumplicidade que o vínculo amoroso e familiar se fortalece.

 

Driblando o sedentarismo

A Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) preconiza que as crianças  de até 5 anos precisam praticar, pelo menos, três horas de atividades ísicas diárias para afastar o risco da obesidade infantil. Para as menores, elas devem ser mais leves, como brincar. A partir de 6 anos, a recomendação cai para uma hora diária, mas, nesse caso, os exercícios devem ser mais intensos, como a própria educação física na escola ou a prática de esportes. Com o objetivo de estimular brincadeiras e esportes por crianças e adolescentes, a SBD lançou um guia com orientações, a fim de prevenir doenças, como a obesidade e outras complicações decorrentes do sedentarismo. Então, agora, você tem mais um motivo para estimular as crianças a saírem de casa e vocês brincarem juntos ao ar livre.

 

Brincadeiras de criança

Nós separamos algumas atividades que podem ser feitas em praças, parques ou até mesmo na rua do bairro. Confira as opções:

Bebês até 2 anos

A recomendação é que eles sejam estimulados a se movimentar várias vezes ao dia, seja engatinhando, buscando objetos ou movendo os membros do corpo, sempre sob a supervisão e estímulo dos pais. Boas sugestões: coloque-os para brincar ao livre, dançando, pulando, correndo. As brincadeiras simples são as que mais divertem os pequenos.

Crianças de 3 a 5 anos

O ideal é que, nessa faixa etária, eles se exercitem por 180 minutos ao longo do dia. Boas opções para fazer com os pais são andar de bicicleta, de patinete, ou ainda fazer brincadeiras de perseguição como pega-pega, esconde-esconde, ou outros jogos com bola. A partir dessa idade, também dá para dançar, praticar lutas ou esportes coletivos, tudo na companhia dos pais.

De 6 a 19 anos

Ao completar 6 anos, as crianças podem se exercitar, pelo menos, uma hora por dia, com atividades mais intensas, como correr, nadar, pedalar, saltar ou com brincadeiras que trabalhem o peso corporal e acelerem mais a respiração e os batimentos cardíacos. Boas opções para fazer em família: caminhar, pedalar, correr, andar de skate, patinete, além das práticas esportivas, como futebol, vôlei, basquete e queimada, que essa turma costuma gostar muito.

 

Lembrando que ter uma rotina ativa nessa fase é muito importante para um crescimento saudável de ossos, músculos e articulações. Além disso, é possível prevenir doenças cardíacas e neuromusculares. Sem contar que também é uma excelente iniciativa para manter o peso ideal, prevenir e combater a obesidade infantil.


Texto: Fabiana Gonçalves | Edição: Ana Carolina Giarrante e Michel Vita | Design: Alex Mendes

Fonte: Sociedade Brasileira de Pediatria, Hospital Israelita Albert Einstein e site IG

Conteúdo aprovado pelo responsável técnico-científico do Portal Unimed.


Média (1 Votar)
Avaliar:

COMPARTILHAR:


Cadastre-se para receber novidades e notícias

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso.

 

Uma publicação compartilhada por Unimed (@unimedbr) em