Voltar

A superação do câncer é transformada em livro

A superação do câncer é transformada em livro

Aluísio Dobes é cliente da Unimed Grande Florianópolis e conta sua história após a descoberta e cura do câncer de próstata

A superação do câncer é transformada em livro

Aluísio Dobes é cliente da Unimed Grande Florianópolis e conta sua história após a descoberta e cura do câncer de próstata

5 Novembro 2019

Segundo o Ministério da Saúde mais de um terço dos homens não cuidam da própria saúde. Com o objetivo de conscientizar para a importância de procurar os serviços de saúde regularmente, o mês de novembro é dedicado à saúde do homem para que ela seja cuidada de forma integral.
Os exames periódicos são essenciais para manter um cronograma de prevenção de doenças. Foi através de exames de rotina, que o nosso cliente e servidor público federal aposentado, Aluísio Dobes descobriu, há 10 anos, o câncer de próstata. Ele conta que durante uma visita ao cardiologista, o exame de sangue mostrou que o seu PSA (Antígeno Prostático Específico) estava alterado. A constatação o fez procurar um urologista, que após novos exames confirmou o diagnóstico de câncer. “O primeiro impacto foi o choque da descoberta, depois veio o medo, mas logo em seguida com o apoio da família e amigos, iniciei o tratamento hormonal e de radioterapia, que resultou na cura da doença”, conta Aluísio.

Memórias

A experiência da descoberta do câncer o instigou a escrever um diário, que se transformou em um livro, lançado em 2012. Intitulado Câncer: o susto, o medo, a vitória. O que conto aqui é verdade, Aluísio relata como enfrentou e superou a doença. “Eu sempre gostei de escrever devido ao hábito da leitura desde criança, e ao expor minha vivência percebi que poderia alertar outros homens sobre a importância de fazer exames preventivos para combater esse mal”.
A doença também o aproximou do trabalho voluntário e desde 2017 ele é presidente do Conselho Curador da Fahece, fundação que administra o Hemosc e o Centro de Pesquisa Oncológica – Cepon. 

Doença

No Brasil, o câncer de próstata é o 2º mais comum entre os homens, fica atrás apenas do câncer de pele, segundo o Instituto Nacional do Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA). A doença pode ser uma doença grave, mas quando diagnosticada na fase inicial a chance de cura é de 90%. Por isso, é importante que os homens a partir dos 50 anos passem a fazer o exame anualmente. Além disso, periodicamente, devem verificar a pressão arterial, carteira vacinal, perímetro abdominal e teste de IMC, realizar teste de glicemia, para prevenção de diabetes, hemograma completo e testes de urina.