Voltar

Após os 60 anos, se tornou atleta premiado da natação

Após os 60 anos, se tornou atleta premiado da natação

Integrante do programa Gerenciamento de Crônicos, da Unimed Grande Florianópolis, João Kiyoshi Otuki, conta como mudou completamente seu estilo de vida

Após os 60 anos, se tornou atleta premiado da natação

Integrante do programa Gerenciamento de Crônicos, da Unimed Grande Florianópolis, João Kiyoshi Otuki, conta como mudou completamente seu estilo de vida

8 Novembro 2019

Mudar de hábito na maioria das vezes não é uma tarefa fácil e requer muita disciplina e disposição. Esses atributos foram essenciais para o professor universitário aposentado, João Kiyoshi Otuki, cliente da Unimed Grande Florianópolis, que retomou a prática de natação, aos 60 anos.

João tem 71 anos e é nosso paciente do programa Gerenciamento de Crônicos, devido à diabetes, mas a prática de esporte e alimentação saudável permitem ter a doença sob controle, e mais, o tornou atleta premiado, na categoria 70 + Masters de natação. “Após minha aposentadoria eu realizei o sonho de criança, que era ser atleta de natação e disputar competições Brasil e mundo afora”, conta. Nestes 11 anos ele coleciona mais de 500 medalhas e em 2018 foi considerado o melhor atleta brasileiro na sua categoria. Para este ano a meta é subir no pódio do Campeonato Sul-americano, para isso, nada todos os dias úteis, durante 1h30.

Bons hábitos

“A natação para mim vai além da saúde, porque, através dela eu viajo para lugares diferentes e amplia meu grupo social”, conta João. A enfermeira do Programa Gerenciamento de Crônicos, Anelise da Costa Kern ressalta que, a atividade física é sem dúvidas um dos fatores fundamentais para prevenção e manutenção de doenças como diabetes e hipertensão. “A cada dia observo quanto o esporte é fundamental no dia-a-dia dos idosos, além de cuidar do corpo, ele cuida do essencial, da mente, possibilitando a troca de experiências, fortalecendo as relações e sentimento de pertencimento à sociedade”.