Voltar

Como a Unimed GF mantém o programa de promoção à saúde na pandemia?

Como a Unimed GF mantém o programa de promoção à saúde na pandemia?

Atividades do Movimento Unimed são realizadas para o cliente, mas o público em geral pode aproveitar aulas de yoga, de funcional e dicas pelo Instagram.

Como a Unimed GF mantém o programa de promoção à saúde na pandemia?

Atividades do Movimento Unimed são realizadas para o cliente, mas o público em geral pode aproveitar aulas de yoga, de funcional e dicas pelo Instagram.

22 Julho 2020

 

Como medida de prevenção ao contágio da Covid-19, a Unimed Grande Florianópolis precisou adaptar as ações de promoção à saúde, passando do formato presencial para o digital, onde parte das atividades coordenadas pela equipe de Medicina Preventiva foi substituída por uma programação de lives, webinars e oficinas online.

Diante desse cenário, a cooperativa médica aproveitou para reinventar seu Programa Viver Bem e, em meados de junho, lançou um portfólio amplo de atividades físicas, oficinas e webinars sobre saúde que abrangem todos os ciclos de vida da pessoa. Com o nome de Movimento Unimed, essa iniciativa é oferecida aos beneficiários de forma gratuita nas plataformas digitais.

Em entrevista para o blog Previva, a  coordenadora de Promoção à Saúde da Unimed Grande Florianópolis, Bruna Lazzarin, explica que no perfil da operadora no Instagram, até mesmo quem não é beneficiário pode participar de treinamentos funcionais, aulas de yoga, dicas de profissionais sobre saúde mental e emocional, cuidados com a gestante, bebê e idoso, além de orientações nutricionais para esse período. “Com a chegada da pandemia tivemos que alterar o funcionamento dos programas, inclusive, cancelando atividades que estavam agendadas ou ainda em andamento”, diz. “Mas realmente foi necessário, pois atuamos justamente com clientes que estão em grupo de risco (gestantes e idosos, por exemplo).”

De acordo com ela, essa necessidade veio a partir do momento em que o isolamento social se tornou imprescindível e os gestores perceberam que todas as atividades realizadas na promoção da saúde eram até então presenciais. “Nunca havíamos tido essa experiência de ação virtual. Então imediatamente adotamos o home office para nossa equipe e começamos a avaliar quais eram as prioridades”, lembra Bruna.

Ela cita o caso do maior programa da operadora, que é responsável pelo gerenciamento de pacientes crônicos. “Como se trata do principal grupo de risco para Covid-19, decidimos voltar a ação de toda a equipe para esse monitoramento. Fizemos uma classificação por comorbidades, por idade e verificamos quem tinha procurado o pronto-atendimento recentemente”. A equipe passou cerca de dois meses focando o atendimento exclusivamente nos crônicos. Profissionais que atuavam em outros programas (incluindo psicólogos e nutricionistas) voltaram a sua atenção para esses beneficiários, em especial para os idosos.


Primeira edição do Curso de Gestantes online ocorreu em junho de 2020

Depois desse esforço conjunto inicial, a partir de junho cada um voltou a atuar no seu programa de origem. Mas agora o atendimento em todos os programas é exclusivamente não-presencial, seja via telefone, via whatsapp ou via videoconferência, a exemplo do Curso de Gestantes (foto), que ganhou a primeira versão online em junho desse ano. “Nossa preocupação foi justamente manter esses clientes em casa, orientados e seguindo o tratamento que o médico deles prescreve, bem como as orientações da nossa equipe de enfermagem”, conclui Bruna.