Voltar

Diversidade cultural tem força na Unimed Grande Florianópolis

Diversidade cultural tem força na Unimed Grande Florianópolis

Cooperativa médica abre as portas para profissionais de outros estados, países e regiões distintas de SC.

Diversidade cultural tem força na Unimed Grande Florianópolis

Cooperativa médica abre as portas para profissionais de outros estados, países e regiões distintas de SC.

29 Janeiro 2020

Cada vez mais receptivos com brasileiros vindos de outras regiões do país e de estrangeiros que escolheram residir na Grande Florianópolis, a capital do estado e arredores assumem de vez sua natureza hospitaleira. 

Atualmente, não há um cadastro oficial que mensure por aqui a quantidade de brasileiros procedentes de outros lugares do Brasil ou o número total de estrangeiros que vivem em território catarinense. Os dados quantificam, apenas, os declarados imigrantes, sendo  mais de 5,7 mil no estado, dos quais 1,3 mil residem na Grande Florianópolis. A estimativa do governo é que o número de estrangeiros seja maior por conta do turismo e da imagem positiva do estado em relação ao restante do país.

Um deles é o haitiano David Sudney (foto), que deixou Ouanaminthe (Wanament), perto da divisa com a República Dominicana, para buscar no Brasil oportunidades de estudo e trabalho. Dos cinco anos residindo em Palhoça, dois deles foram completados recentemente na Unimed Grande Florianópolis, onde atua na equipe de higienização do Hospital Unimed. Adaptado à cultura local, David recorda que o idioma foi o grande desafio na chegada ao Brasil, mas superado pelas aulas de português que frequentou. À vontade no lugar que decidiu viver, David está cada vez mais perto de conquistar os objetivos que o trouxeram até aqui: “estudar, trabalhar e construir uma família”, diz. A proximidade com o ambiente hospitalar amadurece os planos de cursar a faculdade de Farmácia, Radiologia ou outro curso na área da saúde."Nunca imaginei seguir por esse caminho, mas o aprendizado no Hospital Unimed e o convívio com as pessoas daqui estão despertando essa possibilidade”. 

Dentre as regiões, sul é maioria
O comportamento e hábitos característicos de outros estados não são incomuns no dia a dia da empresa, sobretudo porque a Unimed Grande Florianópolis acolhe brasileiros das cinco regiões do Brasil. Os sulistas são a figura mais representativa e correspondem a 86% dos colaboradores. Na sequência, sudeste (8%), norte (2%), nordeste (2%) e centro-oeste (1%) completam o quadro geográfico de profissionais.  

É o caso de Sofia Diogo Lemos De Andrade, enfermeira da equipe de Promoção à Saúde, que está na Unimed há 7 meses e deixou a cidade de Porto Velho, no norte do país, para apoiar os planos do marido. Ainda em seu estado, ela acessou o site da Unimed Grande Florianópolis e se cadastrou para a vaga de enfermeira, por onde participou da seleção online. Já em solo catarinense, ela foi chamada para a entrevista presencial e garantiu a oportunidade. “Tenho gratidão pela Unimed, pois é um desafio chegar num lugar novo, sem amigos, família e trabalho. O dia que soube que faria parte da Unimed foi um dos mais felizes nos últimos meses. Cheguei a Florianópolis e logo fui acolhida”, diz. “E pensar que tudo começou à distância...”, lembra ela, referindo-se à candidatura online que faz a cooperativa se conectar com profissionais qualificados de várias regiões do país.   

Para a gerente de Gestão de Pessoas, Cristiane Bruchado, uma das razões que atrai profissionais para a empresa é a reputação da marca. “Por estar no mercado há quase 50 anos, a Unimed Grande Florianópolis transmite confiança e desperta o interesse de quem projeta crescer profissionalmente”, avalia, convencida de que a relação entre recrutadores e candidatos está em constante transição. “Antes, o candidato enviava o currículo de olho na vaga porque o importante era estar empregado,  independentemente da empresa. Hoje, o cenário é outro e o profissional se candidata para aquelas com as quais se identifica”.

A escolha de Guilherme
Foi o que aconteceu com o advogado Guilherme Martins Souza. Natural de Curitiba, ele trabalhou durante anos no Sistema Unimed do Paraná, mas a vontade de residir numa cidade praiana determinou a busca por novos desafios. Depois de um período, Guilherme decidiu voltar para uma cooperativa médica, foi quando candidatou-se para a vaga de advogado na Unimed Grande Florianópolis. “Consegui unir a vontade de morar na capital com o desejo de trabalhar aqui”.  

 

Valorização das diferenças
O fato da Unimed contar com mais da metade de colaboradores vindos das cinco regiões do país, outras partes de Santa Catarina e de países diferentes demonstra o quanto ela está aberta para diversidades culturais, o que na visão da psicóloga Thais Mara Torquato é positivo pelo impacto que as diferenças causam nas equipes. A psicóloga, que também é analista de seleção e desenvolvimento da Unimed, avalia que pessoas com diferentes contextos e culturas geralmente se complementam por lançarem olhares distintos para o mesmo processo ou problema enfrentado. Para ela, a diversidade cultural é benéfica desde que os colegas compreendam os diferentes contextos de origem e vida das pessoas e defende um discurso de receptividade alinhado entre as equipes. “Se aprendermos a valorizar e respeitar a realidade do outro, todos crescem juntos!”, complementa.  

Faça parte do nosso time!
Para fazer parte do processo seletivo de vagas da Unimed Grande Florianópolis, basta acessar a página Trabalhe Conosco do site, cadastrar o currículo na área de interesse e manter os dados atualizados para participar das etapas de seleção.