Voltar

Liga dos heróis auxilia na classificação de risco no PA Infantil da UGF

Liga dos heróis auxilia na classificação de risco no PA Infantil da UGF

Proposta trata de forma leve e lúdica, um assunto sério que é a doença, através de bonecos que representam as cores da classificação de risco

Liga dos heróis auxilia na classificação de risco no PA Infantil da UGF

Proposta trata de forma leve e lúdica, um assunto sério que é a doença, através de bonecos que representam as cores da classificação de risco

4 Novembro 2019

O Pronto Atendimento Infantil da Unimed Grande Florianópolis está implantando um novo modelo de atendimento, através do sistema de classificação de risco. A mudança segue o protocolo internacional que prioriza o atendimento imediato para pacientes mais graves. 
A médica pediatra e responsável técnica da Unidade de Atendimento, Anamar Lúcia Brancher, explica que o sistema de classificação leva em consideração diversos aspectos, como sinais vitais, febre, traumas ou dores, e a partir disso, a criança recebe o atendimento. “O acolhimento dos pacientes será feito por um enfermeiro, que também classificará o nível de gravidade da enfermidade do paciente. A prioridade de atendimento será feita por cores”, relata.

Liga dos Heróis

Para reforçar essa nova metodologia foi convocada a Liga dos Heróis da Unimed. A liga é formada por personagens indicando o significado das cores que orientam a prioridade de atendimento.
Para os casos de emergência, cor vermelha, é acionado o Raio, pois o paciente precisa de atendimento imediato; nos casos de urgência, cor amarela, quem aparece é o Tufão, pois requer que o atendimento seja rápido. Em situações de menos gravidade é acionado o Terremoto, cor verde, e em casos ambulatoriais é convocada a Rajada, cor azul. Em ambas as situações, os pacientes podem esperar, pois não há risco de morte ou agravamento do quadro clínico. 
 “A proposta da Liga dos Heróis foi criada com o intuito de abordar um assunto sério, que é a doença, de maneira suave e lúdica. Nossa intenção é sensibilizar os pais quanto à prioridade de atendimento, mas deixando-os tranquilos de que seus filhos receberão atendimento o mais breve possível”, ressalta Anamar. 

Campanha Educativa

O novo modelo de atendimento está sendo implantado por etapas e deve se efetivar até meados de novembro. Primeiro, foi contratada a equipe de enfermagem, na sequência ocorreu a plotagem da parede com a Liga dos Heróis indicando a classificação de cada cor, concomitantemente, com a distribuição de folder explicativo. Nas próximas semanas, as crianças também receberão adesivos para a roupa com o herói da sua classificação. “Neste primeiro momento estamos fazendo uma campanha educativa para que os pais entendam a proposta e só depois efetivar a mudança”, finaliza a médica. Até então, o atendimento das crianças ocorria por ordem de chegada.