Voltar

Unimed GF aposta na equidade de gênero para cargos de gestão

Unimed GF aposta na equidade de gênero para cargos de gestão

CEO da cooperativa, Richard Oliveira destaca que a pluralidade de ideias é primordial para alcançar melhor desempenho no mercado

Unimed GF aposta na equidade de gênero para cargos de gestão

CEO da cooperativa, Richard Oliveira destaca que a pluralidade de ideias é primordial para alcançar melhor desempenho no mercado

28 Outubro 2019

As mulheres são maioria na Unimed Grande Florianópolis.  Dos quase 1.200 colaboradores, elas são 877, totalizando 76%. A presença feminina dentro da cooperativa também tem peso nos cargos de gestão. Dos sete gerentes de área, quatro são comandados por mulheres e dos 50 cargos de confiança, 34 são de responsabilidade delas. Segundo dados do IBGE, as mulheres representam 51,7% da força de trabalho brasileira, mas apenas 37,8% estão em posições gerenciais. 

Elas também integram a equipe que decide os rumos da empresa. O Comitê de Performance é formado por 11 integrantes, cinco são mulheres. O CEO da Unimed Grande Florianópolis, Richard Oliveira destaca que, a equidade de gênero nos cargos de chefia é fundamental para qualquer organização. “A pluralidade faz bem ao mundo corporativo, principalmente, nas questões de governança. Identifico nas mulheres um mindset de intuição e comunicação que são fundamentais para alcance da performance”.  Ele, ainda, ressalta que a Unimed tem alma feminina, “nossa missão é cuidar das pessoas e as mulheres são as principais protagonistas nesta questão”. 

Diferencial

A capacidade de gerir equipes e solucionar problemas são características apontadas por Richard como um diferencial competitivo das mulheres. Os atributos citados pelo CEO da Unimed Grande Florianópolis se aplicam à gerente de Controladoria, Claudia Turnes. Sob responsabilidade dela estão cinco áreas, custo, qualidade, contabilidade, jurídica e regulação. “Meu papel é nortear a equipe para que o trabalho que desenvolvemos esteja alinhado ao planejamento estratégico da empresa. Somos focados em ações e resultados”. 

A área de gestão de pessoas é tão importante quanto à de compliance e a frente dela está Cristiane Bruchado. Ela gerencia um setor com 20 pessoas e destaca que o desempenho positivo da equipe se dá devido ao equilíbrio técnico e o lado humano nas relações. “É essencial cumprirmos as leis e regras internas, mas isso não impede a valorização e o cuidado com nossos colaboradores. A Unimed tem como prerrogativa oferecer toda a estrutura para que eles desenvolvam bem suas funções e tenham qualidade de vida”. Como exemplo, Cristiane cita que o reconhecimento e os benefícios são os mesmos para homens e mulheres. “Oferecemos auxílio creche ou o direito ao atestado de acompanhamento por doença do filho tanto para colaboradores pais ou mães, não há discriminação”. 

Reconhecimento

As duas gerentes destacam a relação de confiança que a cooperativa tem com os colaboradores. “A Unimed acredita no potencial das pessoas, por isso, aposta no desenvolvimento individual e no crescimento profissional, através da sucessão de cargos, independente do gênero. Foi o que aconteceu comigo”, salienta Cristiane. Já Claudia comenta o cuidado que a empresa dispõe, “por meio do horário diferenciado de trabalho, eu consigo equilibrar a minha vida profissional e a familiar. O resultado desta parceria é o amor pelo que faço, um enorme sentimento de orgulho e gratidão pela cooperativa, além da certeza de que meu trabalho auxilia na sustentabilidade da Unimed”. As duas também integram o Comitê de Performance.