Unimed promove cãominhada em benefício das pessoas e dos pets

Participantes aprovam 1ª cãominhada promovida neste domingo no Parque Alvorada.

Unimed promove cãominhada em benefício das pessoas e dos pets

Participantes aprovam 1ª cãominhada promovida neste domingo no Parque Alvorada.

17 Fevereiro 2020

Os melhores amigos dos humanos também são ótimos para aproximar pessoas e fazer surgir novas amizades. No domingo, 16, a Unimed Francisco Beltrão promoveu a 1ª Cãominhada - dentro do projeto Caminha Beltrão - e o que se viu foi muita gente, que não se conhecia antes, trocando ideia e conversando sobre as principais manias de seus pets. Com raça ou sem raça, foi um desfile de cães bem cuidados, de vários tamanhos e estilos. “É mais fácil de socializar porque todos têm o mesmo assunto em comum”, observa a enfermeira Marina Rossetto Rathier, gerente de Saúde da Unimed. O evento foi uma parceria entre Unimed, Grupo Mão Amiga e o Clube Amor Animal.

Marina relatou que a ideia é incentivar atividade física e o bem-estar das pessoas e dos animais. A Unimed levou sua equipe de profissionais para prestar orientações e atendimentos na área da saúde. Foram feitos exames de glicemia e pressão arterial. O trajeto começou às 17h30 no Parque Alvorada. Quem participou estava muito animado. A Unimed distribuiu bonés e sementes de flores Crotalaria. A planta atrai libélulas que se alimentam de mosquito, ou seja, é uma forma de fazer o controle biológico do mosquito da dengue.

O casal Maurício Fabrício e Fernanda da Silva foram para a cãominhada com seus três huskies (Kiara, Malu e Mufasa) e mais a pequena Keisi (raça indefinida). Chamaram muito a atenção por onde passaram. Maurício disse que gostou muito do evento, principalmente por incentivar as pessoas a saírem mais com seus animais de estimação. Ele disse que no início queria um cão de porte grande e depois que conheceu melhor a raça Husky, comprou o primeiro exemplar, depois o segundo e o terceiro foi um presente.

Sidnei Lulek participou com seu american bully, Titan. A raça tem parentesco com o pit bull, só que é muito mais dócil e amigável. “Muito legal a cãominhada, a gente gostou muito.”

A médica Wemilda Fregonese Feltrin, presidente da Unimed Francisco Beltrão, também levou o border collie Jack. Ele tem dois anos e é super dócil, fez amizade fácil com os cães e chamou bastante atenção das crianças. Dra. Wemilda contou que o cão é muito acostumado com pessoas e passeios, pois toda vez que ela vai caminhar no parque ele vai junto. 

Imagens: Niomar Pereira
Fonte da matéria: Assessoria de Imprensa Unimed Francisco Beltrão